Chaves estreia-se em clássica com um pódio

Henrique Chaves estreou-se nas míticas 24 Horas de Spa, a sexta ronda do GT World Challenge Europe de 2021, com um pódio, após uma corrida longa e bastante dura em que teve, juntamente com os seus colegas de equipa, de ultrapassar diversas dificuldades.

(auto.look2010@gmail.com)

Depois do bom resultado da qualificação, em que o Lamborghini Huracán da Barwell Motorsport assegurou o quarto posto da classe Pro-Am, o português e os seus companheiros esperavam estar na luta pelas posições cimeiras e Sandy Mitchell, que realizou o arranque, rapidamente mostrou as pretensões dos homens do carro número setenta e sete.

Henrique Chaves entrou em pista quando o relógio ultrapassava as duas horas prova e, com um andamento forte e consistente, conseguiu guindar-se às posições do pódio. Daí para a frente, e com a noite a cair sobre o circuito das Ardenas, os quatro pilotos da equipa rodaram consistentemente entre os três primeiros lugares, muito embora o Lamborghini tenha sofrido um toque logo no início da corrida que danificou o extractor aerodinâmico traseiro, o que deixou o carro transalpino com um comportamento difícil.

Para além disso, um outro toque deixou a convergência do eixo traseiro desalinhada, dificultando ainda mais a vida a Henrique Chaves, Miguel Ramos, Leo Machitski e Sandy Mitchell.

Apesar de todas as contrariedades, o quarteto do Lamborghini da Barwell Motorsport, conseguiu manter um andamento consistente e rápido, terminando num excelente terceiro lugar da classe Pro-Am.

No final, o piloto de Torres Vedras estava, evidentemente, satisfeito com o desfecho da sua primeira corrida de 24 horas: «Foi uma corrida longa e dura, penso que foi o dia mais longo da minha vida! No início sofremos alguns toques e o carro ficou muito difícil de pilotar, com a traseira muito solta e a fugir muito nas curvas para a direita. Apesar destas contrariedades, mantivemos um bom andamento e conseguimos terminar no pódio, o que é um resultado fantástico», sublinhou Henrique Chaves.

A subida ao pódio coroou uma estreia extraordinária do jovem português na clássica 24 horas de Spa: «Foi um dia muito exigente, devo ter dormido umas três horas ao longo de toda a corrida! Acabámos com uma classificação muito positiva, dado que os Ferrari estavam muito fortes e nós sofremos danos no nosso carro muito cedo, o que condicionou o nosso andamento. No final, foi uma grande satisfação e subimos muitas posições no campeonato, o que nos dá boas possibilidades para a restante temporada. Agora, é tempo de celebrar e descansar», sustentou o piloto de Torres Vedras.

A próxima ronda do GT World Challenge Europe realiza-se em Brands Hatch nos dias 28 e 29 de Agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *