Chaves e Ramos na “corrida do título” em Barcelona

A dupla lusitana Henrique Chaves e Miguel Ramos partem da sexta posição da grelha de partida do Circuit de Barcelona – Catalunya para o International GT Open, onde hoje, a partir das 13h20, será definido o título deste ano.

(auto.look2010@gmail.com)

Como é habitual, o dia de ontem ficou reservado para a qualificação e primeira corrida do fim-de-semana, tendo Miguel Ramos, o colega de equipa do jovem de Torres Vedras, assegurado o sexto lugar na grelha de partida numa sessão muito disputada. Adivinhava-se uma corrida intensa e foi o que se verificou, com muitas ultrapassagens, lutas e duas situações de Safety-Car, o que criou profundas alterações na classificação.

Pelo meio, Henrique Chaves viu ainda o seu rival na luta pelo título dar-lhe um toque para ganhar uma posição, atitude que acabaria por ser penalizada já após a prova, o que relegou a dupla Louis Prette / Vincent Abril para a quarta posição final.

A dupla portuguesa, por seu lado, terminava no sexto posto, resultados que deixava as duas equipas empatadas na liderança com 108 pontos, quando falta disputar apenas a corrida ao início da tarde de hoje.

«Foi uma prova difícil com muitas lutas, estratégia e até um toque com o nosso rival na batalha pelo título. Sobrevivemos a todos os incidentes, os nossos adversários foram penalizados, e garantimos um resultado que deixa tudo por decidir na última corrida da temporada», afirmou Henrique Chaves.

No entanto, a decisão dos comissários desportivos que penalizou o Ferrari que está na luta pelo título foi protestada, mantendo os rivais do duo luso o terceiro lugar, o que os deixa na liderança do Campeonato de Pilotos com 110 pontos e com dois de vantagem sobre a equipa do McLaren 720S GT3 número cinquenta e nove da Teo Martín Motorsport.

Assim sendo, para hoje poder celebrarem o ansiado título, Miguel Ramos e Henrique Chaves têm de vencer a corrida ou, pelo menos, ganhar três pontos aos seus adversários. Apesar da situação não se afigurar fácil, o jovem de 23 anos está confiante e determinado.

«Dependemos apenas de nós e chegar ao fim da temporada com este cenário é positivo. Ontem poupámos pneus e hoje temos três jogos que vamos usar. A estratégia passa por garantir hoje a “pole position” parar atacar e conquistar a vitória, uma vez que sentimos que temos andamento para isso e estaremos sem handicap. Se conseguirmos concretizar este plano, no final teremos muitos motivos para celebrar», afirmou com confiança o piloto de Torre Vedras.

A prova de ontem foi vencida pelo McLaren de Nick Moss e Joe Osborn, tendo nas restantes posições do pódio ficado outro carro de Woking, pilotado por Marcelo Hahn e Allam Kodhair, e o Ferrari de Louis Prette e Vincent Abril.

Hoje disputa-se mais uma qualificação e uma corrida, esta de 60 minutos, sendo Henrique Chaves o responsável por realizar a sessão que definirá a grelha de partida e o primeiro turno da prova, que terá o seu início às 13h20 e poderá ser seguida em directo no website da competição e da SportTV1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: