Chaves e Ramos estão à porta do título

Henrique Chaves e Miguel Ramos conquistaram hoje, em Spa-Francorchamps, a sua segunda vitória da temporada deste ano do International GT Open e irá para o último evento deste ano no comando do Campeonato de Pilotos.

(auto.look2010@gmail.com)

Depois do quarto lugar de ontem, o jovem de Torres Vedras e o experiente piloto de Vila Nova de gaia, estavam determinados em conquistar uma vitória e na qualificação matinal asseguraram o terceiro lugar na grelha de partida, o que lhes abria boas perspectivas para a prova da tarde.

No arranque para a corrida de 60 minutos, Henrique Chaves ganhou uma posição, lançando-se na perseguição ao líder, colocando-lhe forte pressão. No entanto, o português não precisava de arriscar, dado que o seu rival tinha o “handicap” máximo, o que ditaria que, se se mantivesse no seu encalço durante o seu turno, Miguel Ramos sairia das boxes com o McLaren 720S GT3 da Teo Martín Motorsport no comando após a troca de pilotos.

O piloto de Torres Vedras mostrou-se muito rápido, mantendo o primeiro classificado sempre sob o seu olhar atento e o seu colega de equipa, após a passagem de testemunho, assumiu a liderança, caminhando com segurança para a vitória com uma vantagem de quase seis segundos para o segundo classificado.

«Hoje queríamos mesmo vencer! Por um lado, porque considerávamos que tínhamos ritmo para isso e, por outro, era importante para o campeonato. Arranquei bem e ganhei uma posição e, depois, sabia que se mantivesse o primeiro classificado por perto, o Miguel ficaria no comando e foi o que aconteceu. O Miguel esteve muito bem no seu turno, levando o carro até ao triunfo. Foi uma prova em que todos nós maximizámos o nosso potencial e isso foi determinante para o triunfo», afirmou o português.

Com a segunda vitória da temporada da dupla lusa, Henrique Chaves e Miguel Ramos vão para o derradeiro evento da época na liderança do Campeonato de Pilotos com uma vantagem de oito pontos para a equipa no segundo lugar.

«Foi um fim-de-semana difícil, mas saímos daqui no comando e com a mesma vantagem que tínhamos antes de chegar a Spa-Francorchamps. Esta vitória de hoje foi muito importante para as contas e para dar confiança a toda a equipa e agora vamos para Barcelona numa posição mais confortável. Contudo, teremos de estar no nosso melhor para conquistarmos o título deste ano», concluiu o português.

Salih Yoluc e Charlie Eastwood, em Aston Martin Vantage GT3, e Fabrizio Crestani e Yannick Metler, em Bentley Continental GT3, acompanharam por esta ordem a dupla portuguesa na subida ao pódio.

A próxima ronda do International GT Open disputa-se no Circuit de Barcelona – Catalunya entre os dias 29 de Outubro e 1 de Novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: