Charles Leclerc estreou-se com “pole” no Bahrain

Aos 21 anos e 176 dias, o piloto monegasco surpreende com primeiro lugar da grelha e recorde, ficando apenas atrás do seu companheiro de equipa, o alemão Sebastian Vettel (Ferrari), que em 2008 conseguiu a “pole” para o GP de Itália com 21 anos e 73 dias.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Sensação na pista de Shakhir, com o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) a garantir a primeira “pole position” da carreira, dando-se ao luxo de, depois de ter feito o melhor tempo na primeira tentativa na Q3, tê-lo melhorado na segunda, para que não houvesse dúvidas quanto à justiça da posição alcançada.

O monegasco não só foi o único a chegar ao segundo “27”, e nas duas tentativas, como igualou o “record” da pista alcançado, o ano passado, pelo alemão Sebastian Vettel (Ferrari)

A Ferrari faz no Barhrain, aquilo que a Mercedes tinha feito na Austrália, ou seja monopoliza a primeira linha, com Sebastian Vettel (Ferrari) a limitar-se a uma saída para a pista na Q3, para poupar pneus para a corrida de amanhã.

Contudo, Charles Leclerc está em óptima posição e se arrancar bem pode complicar a vida ao seu companheiro de equipa, a menos que, do muro das “boxes”, venham ordens em contrário.

É preocupação da Ferrari evitar confrontos entre os seus pilotos e por isso muita conversa vai ter de acontecer até à luz verde.

A Mercedes garantiu a segunda linha da grelha, com o inglês Lewis Hamilton (Mercedes) a superar o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes), mas ficou a sensação que, desta vez, os “flechas de prata” não vão chegar para os “cavallino rompante”.

O holandês Max Verstappen (Red Bull/Renault), que imitou Sebastian Vettel e só saiu uma vez para a pista na hora de todas as decisões, acabou por repetir o quinto lugar de Melbourne, desta feita à frente do dinamarquês Kevin Magnussen (Haas/Ferrari), que foi o melhor dos outros.

A McLaren/Renault volta a estar em evidência, com o espanhol Carlos Sainz a garantir o sétimo tempo, à frente do francês Romain Grosjean (Haas/Ferrari) que bateu o finlandês Kimi Raikkonen (Alfa Romeo/Ferrari) por 0,007”, com o inglês Lando Norris (McLaren/Renault) a fechar o lote dos que chegaram à Q3.

GRELHA DE PARTIDA

         
Charles Leclerc  
Ferrari  
1’27,866″  
Sebastian Vettel  
Ferrari  
1’28,160″  
Lewis Hamilton  
Mercedes  
1’28,190″  
Valtteri Bottas  
Mercedes  
1’28,256″  
Max Verstappen  
Red Bull/Honda  
1’28,752″  
Kevin Magnussen  
Haas/Ferrari  
1’28,757″  
Carlos Sainz  
McLaren/Renaukt  
1’28,813″  
Romain Grosjean  
Haas/Ferrari  
1’29,015″  
Kimi Raikkonen  
Alfa Romeo/Ferrari  
1’29,022″  
Lando Norris  
McLaren/Renault  
1’29,043″  
Daniel Ricciardo  
Renault  
1’29,488″  
Alexander Albon  
Toro Rosso/Honda  
1’29,513″  
Pierre Gasly  
Red Bull/Honda  
1’29,526″  
Sergio Perez  
Racing Point/Mercedes  
1’29,756″  
Danill Kvyat  
Toro Rosso/Honda  
1’29,854  
Antonio Giovinazzi  
Alfa Romeo/Ferrari  
1’30,026″  
Nico Hulkenberg  
Renault  
1’30,304″  
Lance Stroll  
Racing Point/Mercedes  
1’30,217″  
George Russell  
Williams/Mercedes  
1’31,759″  
Robert Kubica  
Williams/Mercedes  
1’31,799″  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: