Carlos Sainz conduziu o Audi RS QA e-tron à vitória

O dia desta terça-feira foi histórico, com o primeiro triunfo de um carro eléctrico. Aconteceu pelas mãos do madrileno Carlos Sainz (Audi RS QA e-tron), que chegou, assim, à 40.ª vitória em etapas. Já Nasser Al-Attiyah reforçou a condição de líder.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Carlos Sainz (Audi RS QA e-tron)

Nos automóveis, só uma catástrofe impedirá o Príncipe do Qatar, Nasser Al-Attiyah (Toyota GR DKR Hilux T1+), de somar o quarto triunfo na prova, depois de Sébastien Loeb (Prodrive Hunter) ter perdido mais de meia hora para o seu mais directo adversário.

No entanto, o francês manteve o segundo lugar da geral, agora a 37m40s do piloto da Toyota que tem uma vantagem que, só em circunstâncias muito especiais, perderá, o que não é crível que suceda face à sua experiência na prova. Porém, no Dakar nada está adquirido, pelo que cautelas e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém.

Bom dia para a Audi que colocou as suas viaturas nos lugares ímpares do “top five”, com o espanhol Carlos Sainz (Audi RS QA e-tron) a ser o mais rápido no Sector Selectivo ao ser 38 segundos mais rápido que o sul-africano Henk Lategan (Toyota GR DHR Hilux T1+), enquanto Nasser Al-Attiyah foi apenas oitavo.

Henk Lategan (Toyota GR DHR Hilux T1+)

O espanhol Carlos Sainz conquistou hoje a 40.ª vitória no Rali Dakar, ao ser o mais rápido na terceira etapa dos automóveis da 44.ª edição, em Al Qaisumah, na Arábia Saudita. O piloto espanhol gastou 2h26m51s, deixando o sul africano Henk Lategan (Toyota) no segundo lugar, com o francês Stéphane Peterhansel (Audi) em terceiro, a 1m41s. A Audi colocou ainda uma terceira viatura entre os cinco mais rápidos, com o sueco Mathias Ëkstrom em quinto, a 2m59s do companheiro de equipa.

O qatari Nasser Al-Attiyah ficou a 5m10s do espanhol, mas reforçou a liderança da prova, pois o francês Sébastien Loeb (BRX) cedeu 33 minutos para o vencedor devido a dois furos. O príncipe do Qatar usufrui agora de 37m40s de vantagem sobre Sébastien Loeb, que é segundo, e 42m06s sobre o argentino Luciano Alvarez (Toyota), que é terceiro.

Sébastien Loeb (BRX)

O duelo entre navegadores portugueses voltou a ser ganho por Filipe Palmeiro, que acompanha o lituano Benediktas Vanagas (Toyota Hilux), enquanto a vantagem em termos de geral é de Paulo Fiúza, que navega o lituano Vaidotas Zala (Mini John Cooper Works Rally), que está três lugares à frente do seu compatriota.

Miguel Barbosa (Toyota Hilux Overdrive) continua a fazer uma corrida de trás para a frente, depois dos percalços sofridos, no primeiro dia, classificando-se no 44.º lugar da geral.

Em termos de SSV, desta vez foi o polaco Marek Gozcal (BRP CAN-AM Maverick XRS) o mais rápido no SS, com o americano Austin Jones (BRP CAN-AM Maverick XRS) a manter o comando, agora à frente do estreante brasileiro Rodrigo Luppi de Oliveira (BRP CAN-AM Maverick XRS), que está a fazer uma prova notável

Mau dia para Luís Portela Ribeiro (BRP CAN-AM Maverick XRS) que continua a andar para trás e, hoje, foi 39.º no Sector Selectivo, o que implicou a queda para 14.º da geral, enquanto Rui Oliveira (BRP CAN-AM Maverick XRS), 29.º no SS, perdeu um lugar em termos de geral e caiu para fora do “top 20”.

ETAPA DE AMANHÃ (QUARTA-FEIRA)

Amanhã, a prova ruma a Riyadh, capital da Arábia Saudita, onde vai permanecer até domingo, depois de cumprir no sábado o dia de descanso. A ligação de Al Qaisumah a Riyadh tem uma extensão de 707 km, dos quais 465 km em SS, o mais extenso da prova. Nos primeiros 200 km do SS, os concorrentes vão encontrar pistas rolantes a que se segue uma zona de dunas, para o SS terminar num percurso rochoso, em particular na passagem pelos “oueds”.

CLASSIFICAÇÕES

ETAPA

AUTOMÓVEIS – 1.º, Carlos Sainz/Lucas Cruz (Audi RS Q e-tron), 2.26’51”; 2.º, Henk Lategan/Brett Cummings (Toyota GR DHR Hilux T1+), a 38”; 3.º, Stéphane Peterhansel/Edouard Boulanger (Audi RS Q e-tron), a 1’41”; 4.º, Nani Roma/Alex Haro (Prodrive Hunter), a 2’41”; 5.º, Mattias Ekstrom/Emil Berkvist (Audi RS Q e-tron), a 2’59”; 6.º, Yazeed Al Rahji/Michael Orr (Toyota Hilux Overdrive), a 3’46”; 7.º, Giniel De Villiers/Dennis Murphy (Toyota GR DKR Hilux), a 4’10”; 8.º Nasser Al-Attuyah/Mathias Baumel (Toyota GR DKR Hilux T1+), a 5’10”; 9.º, Lucio Alvarez/Armand Monleon (Toyota Hilux Overdrive), a 6’23”; 10.º, Orlando Terranova/Daniel Oliveras (Prodrive Hunter), a 8’11”; …; 18.º, Benediktas Vanagas/Filipe Palmeiro (Toyota Hilux), a 15’15”; …; 21.º, Vaidotas Zala/Paulo Fiuza (Mini John Cooper Works Rally), a 17’12; …; 47.º, Miguel Barbosa/Pedro Velosa (Toyota Hilux Overdrive), a 43’41”

SSV – 1.º, Marek Gozcal/Lukasz Laskawiec (BRP CAN-AM Maverick XRS), 2.58’46”; 2.º, Michal Gozcal/Szymin Gospodarczyk (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 2’50”; 3.º, Aron Domzala/Maciej Marton (BRP CAM-AM Maverick XRS), a 3’08”; 4.º, Austin Jones/Gustavo Gugelmin (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 3’48”; 5.º, Rodrigo Luppi de Oliveira/Maykel Justo (BRP CAN-AM Maverick XRS), 6’43”; …; 29.º, Rui Oliveira/Fausto Mota (BRP CAN-AM Maverick XDS) a 42’57”; …; 39.º, Luís Portela de Morais/David Megre (BRP CAN-AM Maverick XRS) a 59’26”

GERAL

Automóveis – 1.º Nasser Al-Attiyah/Mathias Baumel (Toyota GR DKR Hilux), 9.31’22”; 2.º, Sébastien Loeb/Fabian Lurquin (Prodrive Hunter), a 37’40”; 3.º, Lucio Alvarez/Armand Monleon (Toyota Overdrive Hilux), a 42’06”; 4.º, Giniel De Villiers/Dennis Murphy (Toyota GR DKR Hilux), a 45’22”; 5.º, Yazeed Al Rahji/Michael Orr (Toyota Hilux Overdrive), a 47’29”; 6.º, Vladimir Vasilyev/Oleg Uperenko (BMW X5) a 49’33”; 7.º, Martin Prokop/Viktor Chytka (Ford Raptor RS Crosscountry), a 54’46”; 8.º, Sebastian Halpern (Mini John Cooper Works), a 1.01’32”; 9.º, Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (Mini John Cooper Works Buggy), a 1.06’47”; 10.º, Orlando Terranova/Daniel Oliveras (Prodrive Hunter), a 1’08’04”; …; 13.º, Vaidotas Zala/Paulo Fiuza (Mini John Cooper Works Rally), a 1.32’12”; …; 15.º, Benediktas Vanagas/Filipe Palmeiro (Toyota Hilux), a 1’37’35”; …; 44.º, Miguel Barbosa/Pedro Velosa (Toyota Hilux Overdrive), a 4.30’40”

SSV – 1.º, Austin Jones/Gustavo Gugelmin (BRP CAN-AM Maverick XRS), 11.53’53”; 2.º, Rodrigo Luppi de Oliveira/Maykel Justo (BRP CAN-AM Maverick XRS), 5’53”; 3.º, Gerard Farres Guell/Diego Ortega Gil (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 14’04”; 4.º, Michal Gozcal/Szymin Gospodarczyk (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 15’54”; 5.º, Rokas Baciuska/Oriol Mena (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 36’25”; …; 14.º, Luís Portela de Morais/David Megre (BRP CAN-AM Maverick XRS) a 2.13’45”; …; 21.º, Rui Oliveira/Fausto Mota (BRP CAN-AM Maverick XDS) a 2.57’36”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *