Carlos Sainz capotou e foi parar ao hospital

Veterano piloto espanhol embateu violentamente com Johan Kristoffersson numa prova na Sardenha. Para o piloto madrileno, pai de Carlos Sainz que defende a Ferrari na Fórmula 1, diz que «é uma das ações mais graves que alguma vez vi sem uma sanção exemplar».

(auto.look2010@gmail.com)

O experiente piloto de ralis espanhol Carlos Sainz, pai do atual piloto de Fórmula 1, da Ferrari, com o mesmo nome, sofreu um aparatoso acidente na última prova do Island X Prix, na Sardenha. Foi retirado do seu carro consciente, mas acabou por ser levado para o hospital para avaliação.

«Carlos estava consciente e de bom humor, mas será levado ao hospital para avaliação adicional por precaução. Atualizaremos com qualquer informação adicional quando a recebermos», informou a organização do evento, a Extreme E.

Duas vezes campeão Mundial de ralis e quatro vezes vencedor do Rali Dakar, Carlos Sainz, atualmente com 60 anos, procurava a vitória na prova quando embateu em Johan Kristoffersson, que surgiu vindo de uma rota alternativa, tendo sido o único a fazer essa rota na corrida.

Com o embate, o carro do espanhol acabou por capotar e o piloto não deixou de apontar o dedo a Kristoffersson e à organização da corrida: «Felizmente, todos os testes foram positivos e saí do hospital, embora ainda esteja bastante dorido. No entanto, estou profundamente desapontado com o que aconteceu em pista e estou ainda mais desapontado com o facto de ter sido atribuída uma penalização de apenas 30 segundos à pessoa que causou este forte acidente», escreveu na sua conta no Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.