Estrangeiros candidatos na Baja Portalegre 500

A Baja Portalegre 500, prova rainha do Todo-o-Terreno Nacional, prepara-se para receber as estrelas nacionais e internacionais das duas e quatro rodas.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JORGE CUNHA / AIFA E OFICIAIS

O cancelamento anunciado hoje da Baja TT Idanha-a-Nova, organizada pela Escuderia de Castelo Branco, faz com que a mítica prova de todo-o-terreno nacional, a Baja Portalegre 500, volte a fechar o Campeonato de Portugal da disciplina, na estrada desta quinta-feira a sábado.

Uma situação que vem, de certa forma, regularizar todos aqueles que contam com o apoio de equipas estrangeiras que estão já a preparar a presença no “Rali Dakar” de 2021 e que, certamente, podem ter dificuldade em disponibilizar viaturas se a prova albicastrense fosse em frente.

O facto da prova alentejana contar para a Taça do Mundo FIA de Todo-o-Terreno faz com que o russo Vladimir Vasilyev (Mini Cooper Countryman) e o holandês Bernahrd Tem Brinke (Toyoya Hilux Overdrive) marquem presença, sendo os mais sérios candidatos ao triunfo, embora tenham de contar com a forte oposição das melhores equipas portuguesas, que vão continuar a discussão do título.

Miguel Barbosa (Toyota Hilux Overdrive) arranca com sete pontos de vantagem sobre João Ramos (Toyota Hilux) que tem contra si o facto de ter de recorrer a Filipe Palmeiro, como navegador, em consequência de um problema de saúde de Vítor de Jesus, seu habitual companheiro.

Ricardo Porém (Borgward BX7 Evo), Alejandro Martins (Mini John Cooper Work Rally), Nuno Matos (Fiat Fullback Proto), Pedro Dias da Silva (Ford EXR05 Proto) e Alexandre Franco (BMW Evo X1) constituem o lote de pilotos portugueses que irão estar na discussão das primeiras posições.

A prova alentejana terá um percurso de 589,66 km, divididos por dois dias. Na sexta-feira correm-se a Especial de Qualificação (3,36 km – 10h00), que determinará a ordem de partida para o primeiro SS (75,31 km – 13h45), para no sábado serem cumpridos mais dois SS (164,13 km – 7h00 e 178,18 km – 13h00).

Classificações do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno/AM48

PILOTOS – 1.º Miguel Barbosa, 71 pontos; 2.º João Ramos, 64; 3.º Tiago Reis, 58; 4.º Alejandro Martins, 45; 5.º Alexandre Ré, 38; 6.º Nuno Matos, 36; 7.º Manuel Correia, 28; 8.º Pedro Dias da Silva, 26; 9.º Paulo Rui Ferreira, 21; 10.º André Amaral, 20. Estão classificados mais 24 pilotos.

NAVEGADORES – 1.º Pedro Velosa, 70 pontos; 2.º Vítor de Jesus, 64; 3.º Valter Cardoso, 58; 4.º José Marques, 45; 5.º Pedro Ré, 42; 6.º Joel Lutas, 38; 7.º Miguel Ramalho, 30; 8.º José Janela, 27; 9.º Nelson Ramos, 27; 10.º Jorge Monteiro, 23. Estão classificados mais 18 navegadores.

EQUIPAS – 1.ª MRacing Portugal, 99 pontos; 2.ª Prolama, 70; 3.ª PRK Sport, 62; 4.ª ARC Sport, 39; 5.ª Vitória FC by SGS Car, 37.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: