Candidatos perfilam-se nos “Montes Alentejanos”

Um ano depois de ter integrado o calendário do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, o Clube de Promoção de Karting e Automobilismo organiza a prova de abertura da competição centrada, tal como o ano passado, na cidade de Beja.

(auto.look2010@gmail.com)

A inscrição de 52 equipas constitui o primeiro sinal de sucesso da prova, esperando-se que, no terreno, isso se confirme com uma luta pela vitória até aos quilómetros finais, com o campeão em título, Miguel Barbosa, a não iniciar a defesa do ceptro por, ao que tudo indica, ter optado por participar em provas internacionais, depois dos oito títulos conquistados.

Contudo, candidatos à vitória não faltam a começar por João Ramos (Toyota Hilux), que “troca” Vítor Jesus por Filipe Palmeiro no banco do lado direito devido a convalescença, Hélder Oliveira (Ford Ranger), Pedro Dias da Silva (Ford MO EXR05 Proto), Alexandre Franco (BMW Evo X1), Alejandro Martins (Mini John Cooper Works Rally), Alexandre Ré (Can Am Maverick X3), Nuno Madeira (Ford Ranger), Nuno Matos (Fiat Fullback Proto), Tiago Reis (Toyota Hilux), vencedor da edição anterior, e o espanhol Luís Recuenco (Mini 4×4 Racing), segundo em 2020. Trata-se de um grupo alargado que irá discutir os lugares do pódio, com João Ramos (2018) e Tiago Reis (2019) apostados em reconquistar o título no final da temporada.

Nuno Matos, que comemora 25 anos de carreira, reconhece que «foi feito um curto teste, mas como não rodamos desde Portalegre, o ritmo vai ser ganho em competição, numa prova que em que gostei de participar, o ano passado, sendo a primeira de algumas que vamos fazer este ano, de acordo com a avaliação que faremos prova a prova»

A prova alentejana começa no sábado, de manhã, com um Prólogo (6,00 km – 10h20) a que se segue da parte da tarde a primeira passagem pelos dois SS, o primeiro com 81,07 km (14h20) e o segundo com 81,45 km (17h35).

No domingo a competição termina com a segunda passagem pelos dois SS, a primeira com início às 11h05 e a segunda com começo às 14h20

OS CAMPEÕES

Sucessor do Troféu Nacional de Todo-o-Terreno surgido dois anos antes, o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno começou em 1994 e vai ter a 28.ª edição, sendo uma das poucas disciplinas que, o ano passado, conseguiu cumprir o número mínimo de provas para atribuir os respectivos títulos. Ao longo dos tempos sagraram-se campeões.

ANO PILOTO NAVEGADORES MARCAS EQUIPAS
         
1994 João Vassalo Nuno Barreiros    
1995 Carlos Sousa Mário Feio    
1996 João Vassalo António Caiado    
1997 Santinho Mendes José Janela    
1998 Filipe Campos Pedro Figueiredo    
1999 Carlos Sousa João Luz Mitsubishi  
2000 João Vassalo Miguel Ramalho Mitsubishi  
2001 Carlos Sousa Vítor Jesus Mitsubishi  
2002 Carlos Sousa Vítor Jesus Mitsubishi  
2003 Miguel Barbosa Miguel Ramalho Nissan  
2004 Rui Sousa Carlos Silva Nissan  
2005 Miguel Barbosa Miguel Ramalho Nissan  
2006 Pedro Grancha Pedro Tavares Nissan  
2007 Miguel Barbosa Miguel Ramalho Mitsubishi  
2008 Filipe Campos Jaime Baptista   X-Raid GMBH
2009 Filipe Campos Luís Ramalho   X-Raid GMBH
2010 Filipe Campos Jaime Baptista   X-Raid GMBH
2011 Miguel Barbosa Miguel Ramalho   Dinis Lucas Consulting Team
2012 Miguel Barbosa Pedro Velosa   Xuxas Team Sport
2013 Miguel Barbosa Miguel Ramalho   BP Ultimate Vodafone Team
2014 Ricardo Porém João Serôdio   Filipe Sport
2015 Miguel Barbosa Miguel Ramalho   BP Ultimate Vodafone Team
2016 Nuno Matos Filipe Serra   PCR Motorsport
2017 Ricardo Porém Hugo Magalhães   Isuzu Pro Racing
2018 João Ramos Vítor Jesus   Isuzu Pro Racing
2019 Tiago Reis Valter Cardoso   Prolama Competição
2020 Miguel Barbosa Pedro Velosa   MRacing Portugal

Ao longo dos 27 anos de competição 11 pilotos e 17 navegadores conquistaram o título com Miguel Barbosa (8), pilotos, e Miguel Ramalho (7), navegadores, a encabeçarem as respectivas listas.

Durante nove anos, de 1999 a 2007, houve um título nacional para marcas, marcado pelo duelo entre a Mitsubishi (5) e a Nissan (4) e a partir dessa data surgiu o título por equipas, com a X-Raid GMBH a encabeçar a lista, com três, sendo a única a alcançar tal número ao longo dos 13 anos da sua existência.

NÚMERO DE TÍTULOS

Pilotos

8 – Miguel Barbosa

4 – Carlos Sousa,

3 – Filipe Campos, Ricardo Porém, João Vassalo

1 – Pedro Grancha, Nuno Matos, João Ramos, Tiago Reis, Santinho Mendes, Rui Sousa

Navegadores

7 – Miguel Ramalho

3 – Vítor Jesus

2 – Jaime Baptista, Pedro Velosa

1 – Nuno Barreiros, António Caiado, Valter Cardoso, Mário Feio, Pedro Figueiredo, José Janela, João Luz, Hugo Magalhães, Luís Ramalho, João Serôdio, Filipe Serra, Carlos Silva, Pedro Tavares

Marcas

5 – Mitsubishi

4 – Nissan

Equipas

3 – X-Raid GMBH

2 – BP Ultimate Vodafone Team, Isuzu Pro Racing

1 – Dinis Lucas Consulting Team, Filipe Sport, MRacing Portugal, PCR Motorsport, Prolama Competição, Xuxas Team Sport

Os vencedores

O Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno teve, até agora 190 provasg ganhas por 43 pilotos, 55 navegadores e 20 marcas, com Miguel Barbosa (37), pilotos, Miguel Ramalho (30), navegadores, e Mitsubishi (69), marcas, a encabeçarem as respectivas listas.

NÚMERO DE VITÓRIAS

Pilotos

37 – Miguel Barbosa

21 – Carlos Sousa

19 – Filipe Campos

16 – Rui Sousa, João Vassalo

11 – João Ramos

8 – Ricardo Porém

6 – Nuno Matos

5 – Santos Godinho

4 – Santinho Mendes

3 – Joaquim Garcia, Alejandro Martins, Tiago Reis

2 – Luc Alphand, Marc Blazquez, Luís Costa, Francisco Esperto, Nuno Inocêncio, Pierre Lartigue, Jean-Louis Schlesser, Ari Vatanen

1 – Lino Carapeta, Guerlain Chicherit, Giniel De Villiers, Luís Dias, Pedro Grancha, Krzystof Holowczyc, Christian Lavieille, Paulo Martins, Colin McRae, Pedro Mello Breyner, Tomás Mello Breyner, José Mendes, Leonid Novitskiy, Stéphane Peterhansel, Alexandre Ré, Nani Roma, Carlos Sainz, Cristian Stroczynski, Bernhard Ten Brinke, Orlando Terranova, Philippe Wambergue, Miroslav Zapletal

Navegadores

30 – Miguel Ramalho

25 – Vítor Jesus

16 – Carlos Silva

13 – Jaime Baptista

6 – António Caiado, Pedro Figueiredo, Pedro Velosa

5 – José Janela, Luís Ramalho, Filipe Serra

4 – Mário Feio, Michel Perin

3 – Valter Cardoso, Mário Castro, Edgar Condesso, Hugo Magalhães, José Marques

2 – Nuno Barreiros, António Castro, Carlos Costa, Jean-Pierre Cottret, Filipe Fernandes, João Luz, Henri Magne, Pedro Marcão, Jorge Monteiro, Gilles Picard, Andreas Schulz, Sérgio Soares, Tina Thorner

1 – Alberto Andreotti Rui António, Paulo Babo, Pedro Barradas, Vítor Cardoso, Tom Colsoul Jean Comolli, Lucas Cruz, Fred Gallagher, Bernardo Graue, Gustavo Gugelmin, Alex Haro, Luís Marques, Carlos Mateus, Jordi Mercader, François Micoud, António Morais, Filipe Palmeiro, Xavier Panseri, Fabrizia Pons, Manuel Porém, Pedro Ré, Joana Sotto-Mayor, Teles Fortes, Dirk Von Zitzewitz

Marcas

69 – Mitsubishi (Lancer Racing, 22; Pajero, 19; Strakar, 18; Strada, 4; Lancer, 2; Pajero Evo, 2; Evo, 1; Pajero V60, 1)

29 – Nissan (Navara Pick-Up, 14; Navara, 7; Pick-Up, 3; Terrano, 3; Navara Off-Road, 1; Terrano II, 1)

27 – Toyota (Hilux, 11; Land Cruiser, 10; RAV4, 3, Hilux Overdrive, 3)

17 – BMW (X3 CC, 13; Série 1 Proto, 2; X5, 2)

10 – Dessoude (Proto, 9; Proto N11, 1)

6 – Mini (All4 Racing, 4; John Cooper Works Rally, 2)

5 – Opel (Mokka Proto, 4; Corsa, 1)

4 – Citroen (ZX Rally Raid, 4

4 – Seat (Maraven, 2; PRV Racing, 1; Toledo, 1)

4 – SG (Proto, 4)

3 – Ford (Ranger, 3)

3 – VW (Race Touareg, 2; Amarok, 1)

2 – Renault (Safrane, 2)

1 – Astra (Proto, 1)

1 – Bowler (Wildcat, 1)

1 – DSC

1 – Fiat (Fullback Proto, 1)

1 – Isuzu (D-Max, 1)

1 – Peugeot (Proto, 1)

1 – Schlesser (Renault, 1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *