Bruno Magalhães de volta ao comando

Piloto do Team Hyundai Portugal voltou a puxar pelos “galões” e retomou o Rali Alto Tâmega na condição de líder, após as especiais matinais de hoje, mas é de esperar a reacção de Armindo Araújo, o seu mais director opositor.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JR BRANCO E JORGE CUNHA / AIFA

Cumprida a primeira passagem pelas duas especiais do dia – Chaves/Boticas (19,40 km), a mais extensa da prova, e Boticas (14,23 km) a luta entre Bruno Magalhães (Hyundai i20 R5/Team Hyundai Portugal) e Armindo Araújo (Skoda Fabia R5 Evo/Team Armindo Araújo/The Factory Racing) continua ao rubro, com Bruno Magalhães no comando e escassos 2,8” de avanço sobre o seu mais directo perseguidor.

O piloto do Hyundai arrancou para o segundo dia da competição com um atraso de 2,3 segundos, mas ao ser o mais rápido nas duas especiais, ganhando, primeiro 3,4 segundos e depois 1,7 segundos, transformou o atraso com que partiu numa vantagem de 2,8”, o que deixa tudo em aberto para a segunda passagem.

Terceiro no final do primeiro dia, depois de um violento despiste no “Qualfying”, José Pedro Fontes (Citroen C3 R5/Citroen Vodafone Team) conserva a posição, com um atraso de 15,9” para Bruno Magalhães e um avanço de 15,8” sobre Ricardo Teodósio (Skoda Fabia R5 Evo/Team Vito Skoda) que ascendeu ao quarto lugar, logo na primeira classificativa do dia, beneficiando dos mais de cinco minutos perdidos pelo espanhol Daniel Berdomás (Citroen C3 R5/Sports & You), em consequência de um furo.

Intenso é igualmente o duelo entre os participantes na Peugeot Rally Cup Ibérica, com o espanhol Óscar Palomo (Peugeot 208 Rally4), que começou o dia na frente, a cair para terceiro, atrás do português Pedro Antunes (Peugeot 208 Rally4) que ascendeu ao comando em Boticas e parte para a segunda volta com 7,4” de vantagem sobre o espanhol Roberto Blach (Peugeot 208 Rally4) que, também, ultrapassou o seu compatriota.

Adruzilo Lopes (Mitsubishi Lancer IX) conserva o comando entre os RC2N, o mesmo sucedendo a Filipe Nogueira (Renault Clio RS R3T), nos RC3, enquanto Vítor Pascoal (Porsche 991 GT3 Cup) desalojou Pedro Silva (Porsche 997 GT3) do comando dos RGT, o mesmo sucedendo entre os clássicos com Nuno Carreira (Subaru Impreza WRX STi) a conseguir relegar Nuno Mateus (Mitsubishi Lancer VI) para o segundo lugar.

No que diz respeito ao Campeonato Norte de Ralis, cujos concorrentes apenas cumprem a secção de hoje, o veterano Fernando Peres (Mitsubishi Lancer IX), mais rápido nas duas especiais efectuadas, comanda quase um minuto de avanço sobre Gaspar Pinto (Mitsubishi Lancer VIII)

Augusto Costa (Peugeot 208 R2) completa o pódio provisório, a escassos dois segundos de Gaspar Pinto, apesar de conduzir um carro de duas rodas motrizes, contra a tracção total do seu opositor.

CLASSIFICAÇÕES

CAMPEONATO DE PORTUGAL

GERAL (APÓS QUATRO ESPECIAIS)

1.º Bruno Magalhães/Carlos Magalhães (Hyundai i20 R5/Team Hyundai Portugal), 36’35,5”

2.º Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia R5 Evo /Team Armindo Araújo/The Factory Racing), a 2,8”

3.º José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3 R5/Citroen Vodafone Team), a 15,9”

4.º Ricardo Teodósio/José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo/Team Vito Skoda), a 31,7”

5.º Pedro Meireles/Mário Castro (VW Polo GTi R5), a 44,3”

6.º João Barros/Jorge Henriques (Citroen C3 R5), a 59,3”

7.º Miguel Correia/António Costa (Skoda Fabia R5), a 1’07,8”

8.º Pedro Antunes/Pedro Alves (Peugeot 208 Rally4), a 2’02,5”

9.º Roberto Blach/Adrian Villamor (Peugeot 208 Rally4), a 2’09,9”

10.º Palomo Ortiz/José Bouzas (Peugeot 208 Rally4) a 2’11,7”

CAMPEONATO NORTE

GERAL (APÓS DUAS ESPECIAIS)

1.º Fernando Peres/José Pedro Silva (Mitsubishi Lancer IX), 20,04,7”

2.º Gaspar Pinto/Bernardo Gusmão (Mitsubishi Lancer VIII), a 55,7”

3.º Augusto Costa/Susana Costa (Peugeot 208 R2), a 57,7”

4.º Pedro Miguel Serôdio/Hugo Marques (Citroen Saxo Cup), a 1’33,0”

5.º Pedro Dinis Serôdio/Fernando Sousa (Peugeot 206 XS), a 1’39,3”

6.º André Coelho Dias/Vasco Dias (Citroen Saxo Cup), a 1’49,5”

7.º Miguel Carvalho/António Reis (Peugeot 206 XS), a 1’53,8”

8.º João Castela/Sérgio Aguiar (Peugeot 208 R2), a 1’59,3”

9.º Abel Jorge/Daniel Castro (Mitsubishi Lancer IX), a 2’13,4”

10.º José Adriano Costa/Tiago Ferreira (Nissan Micra Kit Car), a 2’31,0”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: