Bravura no PTRX na visita a Mação Verde Horizonte

Em Mação, na Pista da Boavista, decorre a quarta prova do PTRX 2019, Mação Verde Horizonte. Este sábado, primeiro dia de competição, decorreram as sessões de treinos e as primeiras corridas de qualificação, estas últimas continuam este domingo, altura em que vão ser disputadas as finais.

(auto.look2010@gmail.com)

Rodrigo Correia

Na Iniciação, a jovem piloto portimonense, Ariana Rodrigues, teve um toque violento na barreira que deixou o Peugeot 106 fora de combate. Ainda nos treinos era subtraída uma concorrente. Mas o dia seria de Gonçalo Novo (Toyota Starlet), que era segundo na corrida de abertura e vencia a segunda. A vida do “mais jovem Novo” ficava facilitada, quando Rodrigo Correia (Peugeot 205) e Gonçalo Macedo (VW Polo) se envolveram num toque na última curva do circuito e não foram mais longe do que a quarta volta.

Nas contas do dia, Gonçalo Macedo, com quatro pontos, mais um do que Gonçalo Novo, seria segundo, à frente de André Monteiro (Toyota Corolla) e de Rodrigo Correia, piloto AUTOLOOK e AUTOJAC que esteve em dia “não”, com a sorte arredada da porta do Peugeot.

Santinho Mendes e João Novo

Quanto ao Nacional 2RM e apesar de Santinho Mendes ter alinhado em Mação – a prova que fica quase em casa para o piloto de Abrantes –, João Novo (Peugeot 106), contrariamente ao que se esperava, acabou por ter a vida facilitada e venceu duas em duas corridas.

Santinho Mendes começou com má sorte logo de manhã, quando um toque lhe danificava o eixo traseiro do Opel Astra. Depois desistia na primeira corrida, em que discutia a liderança com João Novo, com uma transmissão partida e depois teve que fazer uma segunda corrida de garra, para se “livrar” de Andreia Sousa (Peugeot 306), que terminou o dia no terceiro lugar.

Pedro Tiago

No Nacional A1.6, Pedro Tiago (Citroën Saxo) continua igual a Pedro Tiago e venceu as duas corridas este sábado. Tiago Ferreira (Peugeot 106) foi oposição na primeira corrida, mas na segunda viu-se batido por Américo Sousa (Citroën Saxo). Ora como Amério Sousa tinha sido quarto na corrida abertura, terminou o dia com o terceiro lugar.

A prova destinada à Super 1600, a estreia da jornada foi o Skoda Fabia S1600 de Nuno Araújo, mas as vitórias foram para Ricardo Soares (Citroën Saxo S1600) e João Ribeiro (Citroën Saxo), que nas contas finais, ficou à frente, se bem que empatado em pontos com Ricardo Soares.

António Sousa, Joaquim Machado e João Ribeiro

O terceiro homem do dia foi Joaquim Machado que ainda na primeira corrida recebeu um toque na curva um e ficou imobilizado, o que motivou o aparecimento da bandeira vermelha. Mesmo assim retomou para ser terceiro e igualou o resultado na segunda corrida.

Sérgio Dias capotava ainda nos treinos. Uma cambalhota aparatosa, no fim da recta da meta, deixava o Renault Twingo de rodas para o ar, mas sem grandes “avarias” e podia alinhar nas restantes corridas.

Relativamente à Super Buggy, Paulo Godinho (PG0012) dominou a primeira corrida de qualificação. Com sete pilotos a dizerem “sim” ao Clube Automóvel de Mação, a prova foi interessante de ser seguida e o resultado final, não espelhou as lutas que aconteceram. Nuno Magalhães (Toniauto T) foi segundo, à frente Nelson Barata (Toniauto Power UB).

Pedro Rosário

Finalmente, no Kartcross, Jorge Gonzaga (ASK EVO18) venceu a primeira corrida de qualificação e foi o único piloto a dar uma volta no segundo 37, o que certamente contribuiu para a vantagem de 1,8 segundos sobre Luís Almeida (LBS Motoclube Rx01).

Pedro Rosário (Semog Bravo ER) foi o terceiro, com cerca de mais meio segundo relativamente a Luís Almeida. Para se ter uma ideia dos andamentos em pista, basta ver que nos treinos, os nove primeiros ficaram separados por 993 milésimas de segundo.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação