Bravura no PTRX na visita a Mação Verde Horizonte

Em Mação, na Pista da Boavista, decorre a quarta prova do PTRX 2019, Mação Verde Horizonte. Este sábado, primeiro dia de competição, decorreram as sessões de treinos e as primeiras corridas de qualificação, estas últimas continuam este domingo, altura em que vão ser disputadas as finais.

(auto.look2010@gmail.com)

Rodrigo Correia

Na Iniciação, a jovem piloto portimonense, Ariana Rodrigues, teve um toque violento na barreira que deixou o Peugeot 106 fora de combate. Ainda nos treinos era subtraída uma concorrente. Mas o dia seria de Gonçalo Novo (Toyota Starlet), que era segundo na corrida de abertura e vencia a segunda. A vida do “mais jovem Novo” ficava facilitada, quando Rodrigo Correia (Peugeot 205) e Gonçalo Macedo (VW Polo) se envolveram num toque na última curva do circuito e não foram mais longe do que a quarta volta.

Nas contas do dia, Gonçalo Macedo, com quatro pontos, mais um do que Gonçalo Novo, seria segundo, à frente de André Monteiro (Toyota Corolla) e de Rodrigo Correia, piloto AUTOLOOK e AUTOJAC que esteve em dia “não”, com a sorte arredada da porta do Peugeot.

Santinho Mendes e João Novo

Quanto ao Nacional 2RM e apesar de Santinho Mendes ter alinhado em Mação – a prova que fica quase em casa para o piloto de Abrantes –, João Novo (Peugeot 106), contrariamente ao que se esperava, acabou por ter a vida facilitada e venceu duas em duas corridas.

Santinho Mendes começou com má sorte logo de manhã, quando um toque lhe danificava o eixo traseiro do Opel Astra. Depois desistia na primeira corrida, em que discutia a liderança com João Novo, com uma transmissão partida e depois teve que fazer uma segunda corrida de garra, para se “livrar” de Andreia Sousa (Peugeot 306), que terminou o dia no terceiro lugar.

Pedro Tiago

No Nacional A1.6, Pedro Tiago (Citroën Saxo) continua igual a Pedro Tiago e venceu as duas corridas este sábado. Tiago Ferreira (Peugeot 106) foi oposição na primeira corrida, mas na segunda viu-se batido por Américo Sousa (Citroën Saxo). Ora como Amério Sousa tinha sido quarto na corrida abertura, terminou o dia com o terceiro lugar.

A prova destinada à Super 1600, a estreia da jornada foi o Skoda Fabia S1600 de Nuno Araújo, mas as vitórias foram para Ricardo Soares (Citroën Saxo S1600) e João Ribeiro (Citroën Saxo), que nas contas finais, ficou à frente, se bem que empatado em pontos com Ricardo Soares.

António Sousa, Joaquim Machado e João Ribeiro

O terceiro homem do dia foi Joaquim Machado que ainda na primeira corrida recebeu um toque na curva um e ficou imobilizado, o que motivou o aparecimento da bandeira vermelha. Mesmo assim retomou para ser terceiro e igualou o resultado na segunda corrida.

Sérgio Dias capotava ainda nos treinos. Uma cambalhota aparatosa, no fim da recta da meta, deixava o Renault Twingo de rodas para o ar, mas sem grandes “avarias” e podia alinhar nas restantes corridas.

Relativamente à Super Buggy, Paulo Godinho (PG0012) dominou a primeira corrida de qualificação. Com sete pilotos a dizerem “sim” ao Clube Automóvel de Mação, a prova foi interessante de ser seguida e o resultado final, não espelhou as lutas que aconteceram. Nuno Magalhães (Toniauto T) foi segundo, à frente Nelson Barata (Toniauto Power UB).

Pedro Rosário

Finalmente, no Kartcross, Jorge Gonzaga (ASK EVO18) venceu a primeira corrida de qualificação e foi o único piloto a dar uma volta no segundo 37, o que certamente contribuiu para a vantagem de 1,8 segundos sobre Luís Almeida (LBS Motoclube Rx01).

Pedro Rosário (Semog Bravo ER) foi o terceiro, com cerca de mais meio segundo relativamente a Luís Almeida. Para se ter uma ideia dos andamentos em pista, basta ver que nos treinos, os nove primeiros ficaram separados por 993 milésimas de segundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: