Brad Binder vence prova imprópria para cardíacos

A chuva que caiu nas últimas voltas trouxe emoção e muita incerteza no circuito Red Bull Ring, com o companheiro de equipa de Miguel Oliveira a “sobreviver” à bátega de água, com o português a abandonar, devido a queda, a seis voltas do fim quando circulava no “top ten”.

(auto.look2010@gmail.com) – EM ACTUALIZAÇÃO

O sul-africano Brad Minder (KTM) venceu o Grande Prémio da Áustria, em MotoGP, numa prova com várias reviravoltas. É a segunda vitória de Binder em MotoGP. Miguel Oliveira voltou a cair e abandonar um Grande Prémio de MotoGP. O piloto português caiu na curva 1 no Grande Prémio da Áustria, quando faltavam seis voltas para o final.

O “Falcão” de Almada seguia na 9.ª posição, atrás do australiano Brad Binder quando não conseguiu segurar a sua moto. Miguel Oliveira já tinha caído na semana passada neste mesmo circuito, no GP da Estíria, com problemas nos pneus.

A chuva que caiu nas últimas voltas trouxe emoção e muita incerteza no circuito Red Bull Ring. Todos os pilotos da frente optaram por parar para trocar de moto, ao contrário dos que seguiam na cauda do pelotão.

Quem arriscou continuar acabou por ganhar com isso. Que o diga Brad Binder, colega de Miguel Oliveira na KTM. O sul-africano tomou a dianteira da corrida, aguentou a sua moto como pode em cada curva e conseguiu o triunfo, à frente do italiano Francesco Bagnaia, um dos que trocou de moto, e do espanhol Jorge Martin.

Francesco Bagnaia, com pneus de chuva, conseguiu ultrapassar quase todos os pilotos para ficar no segundo posto. A correr em casa, a KTM conquista assim a 11.ª prova da temporada. Um excelente triunfo para a formação austríaca. O francês Fábio Quartararo (Yamaha), que foi sétimo classificado, mantém a liderança do Mundial, com 181 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *