Bolsa de Mérito João Lopes distingue alunos IPG

Ana Matilde Magalhães Lopes e Mariana Lucas Neca foram as alunas distinguidas com a Bolsa de Mérito João Lopes, numa cerimónia dupla que premiou as melhores alunas da Licenciatura em Comunicação e Relações-Públicas do Instituto Politécnico da Guarda, dos cursos de 2020 e 2021.

(auto.look2010@gmail.com)

A Bolsa de Mérito João Lopes foi instituída em 2015 pelo Clube Escape Livre, em parceria com o Instituto Politécnico da Guarda. Além de honrar a memória de João Lopes, colaborador e amigo do Escape Livre, e figura de referência na cidade e região da Guarda, o prémio pretende actuar como incentivo a um início de vida profissional ou ampliação de conhecimentos académicos para que a Comunicação seja sempre realizada com os valores partilhados com o comunicador e escritor da Guarda: profissionalismo, honestidade, respeito, responsabilidade e transparência.

A cerimónia realizada esta sexta-feira, conferiu a bolsa relativa a 2020, adiada pela pandemia, a Ana Matilde Magalhães Lopes e, naquela que é a sétima edição deste prémio, a bolsa de 2021, a Mariana Lucas Neca. Cada bolsa, no valor de 1.500 euros, foi entregue por Beatriz Lopes, filha de João Lopes, que partilhou o «orgulho imenso na entrega destes prémios, não só pela homenagem à memória do meu pai, um comunicador por excelência, como sei que irá dar a cada estudante premiada as ferramentas necessárias para continuar o seu caminho rumo ao sucesso».

Para Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre, «é uma enorme alegria entregar, pela sétima vez, esta bolsa de mérito a um aluno de Comunicação e Relações Públicas que se destacou ao longo da sua formação no Instituto Politécnico da Guarda».

«Fazemos votos que seja um incentivo para se continuar a destacar pelos melhores motivos na sua vida profissional, e que tenha sempre presentes os valores que este prémio representa», acrescentou Luís Celínio.

A Bolsa de Mérito João Lopes estará novamente disponível no próximo ano lectivo, para voltar a destacar os melhores dos melhores do Instituto Politécnico da Guarda.

Refira-se que João Oliveira Lopes faleceu a 11 de Setembro de 2014, com 55 anos, vítima de um enfarte agudo de miocárdio. A amizade, a boa disposição, o espírito de família e a ligação forte aos amigos, o sentido de responsabilidade e o sentido crítico, o respeito e subtileza nas palavras, o espírito solidário foram algumas das suas principais características.

Técnico Especialista de Radiologia, sempre teve estreita ligação à comunicação de rádio e escrita, tendo sido responsável por diversos programas de rádio, repórter e jornalista, director de programas e de recursos humanos e ainda director comercial.

A ligação com o Escape Livre é praticamente desde o início desta organização, ao nível do programa de rádio, como co-fundador das organizações Escape Livre, apresentador de diversas iniciativas e sobretudo como amigo.

João Lopes desempenhava funções de jornalista do sector automóvel e era responsável pelo editorial da revista Escape Livre Magazine. Em 2012, tornou-se também autor de um livro, o romance “Porta da Baía”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.