BMW de 1938 “reforça” Museu do Caramulo

A colecção do Museu do Caramulo foi reforçada com um BMW 327/8 de 1938, que foi um recordista de vendas da marca alemã no período pré-guerra.

(auto.look2010@gmail.com)

«O BMW 327/8 vem dar um novo sabor à colecção automóvel do museu na medida em que, além de se tratar de uma marca que não estava actualmente presente na exposição, o modelo foi produzido na década de 30, um dos períodos dourados da indústria automóvel», explicou o presidente da direcção do museu, Salvador Patrício Gouveia.

Este modelo foi recordista de vendas da marca, «com 1.396 unidades produzidas entre 1937 e 1941, incluindo a retoma de produção após 1945.

«O sucesso de vendas em muito se deve ao facto de este modelo dispor de quatro verdadeiros lugares, ao contrário do seu antecessor, já que possuía uma carroçaria mais longa, mais larga e mais pesada. Ainda que menos potente e ágil do que o 328, revelava-se uma opção mais confortável e refinada, que acabou por conquistar um público-alvo mais amplo na Alemanha do período pré-guerra», refere.

O automóvel foi doado ao Museu do Caramulo por Ricardo Sáragga e já se encontra em exposição, podendo ser visto de terça-feira a domingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *