Azores Rally: um regresso mais que desejado

Após um ano de ausência, a ilha de S. Miguel, nos Açores, volta a receber uma prova do Campeonato da Europa de Ralis (EC), mas excluída do calendário do Campeonato de Portugal, por razões que a maioria dos interessados contesta…

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JORGR CUNHA / DPPI

A pandemia, que tem condicionado a vida nos últimos tempos, foi a razão da prova não ter sido realizada em 2019. O seu regresso acontece num altura em que pode estar em causa a sua permanência no “Europeu”, devido a organização do campeonato passar de mãos do Eurosport para o promotor do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC). Se o primeiro foi sempre defensor da sua manutenção, pela qualidade e pela beleza das imagens que proporciona, já o novo promotor pode não ter a mesma visão.

Responsabilidade acrescida para os responsáveis do Grupo Desportivo Comercial, que muito tem contribuído para a promoção da região, num regresso desejado por muitos a um dos mais belos ralis do mundo.

A prova açorina abre a segunda metade da temporada, com as quatro provas anteriores a terem outros tantos vencedores, o russo Alexey Lukyanuk (Polónia), o russo Nikolay Grayzin (Letónia), o italiano Giandomenico Basso (Itália) e o norueguês Andreas Mikkelsen (República Checa), que comanda o campeonato.

Dos quatro, só Alexey Lukyanuk (Citroën C3 Rally2) e Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rally2 Evo), que comanda o campeonato, com 19 pontos de vantagem sobre o polaco Miko Marczyk (Skoda Fabia Rally2 Evo), é que estão presentes e integram o lote de candidatos à vitória.

A estes juntam-se o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 R5), que traz o ritmo do “Mundial”, e o português Ricardo Moura (Skoda Fabia Rally2 Evo), vencedor da prova em 2016, que tem a seu favor o facto de “jogar em casa”, mas o contra de estar há muito parado.

No que diz respeito ao campeonato açoriano, a luta será travada entre Ruben Rodrigues (Citroën C3 Rally2), Rafael Botelho (Skoda Fabia R5) e Luís Miguel Rego (Skoda Fabia Rally2 Evo), que ocupam as três primeiras posições separados por 20 pontos e discutem a sucessão do terceiro na lista de campeões dos Açores.

A ESTRADA

O Grupo Desportivo Comercial decidiu inverter a ordem das etapas e a prova em vez de terminar com a sequência Graminhais/Tronqueira, que tantas vezes provocou “revoluções” na classificação, fecha nas Sete Cidades, uma classificativa que, se o tempo ajudar, proporciona fabulosas imagens televisivas, capazes de atrair muitos turistas aos Açores.

O rali arrancou esta quinta-feira, com a prova de Qualificação, que decorreu na especial da Lagoa (3,12 km – 15h18), importante por permitir aos mais rápidos escolherem a ordem de partida, o que pode ser importante numa prova em pisos de terra como é a competição açoriana.

No dia seguinte, sexta-feira, os concorrentes começam com a sequência Graminhais (24,03 km – 9h33 e14h47) e Tronqueira (21,99 km – 10h21 e 15h35), que repetem à tarde, para passarem pela prova de classificação de Lagoa de S. Brás (15,96 km – 11h24), antes da primeira passagem pelo Parque de Assistência e fecharem o dia com a Super Especial Grupo Marques (4,10 km – 17h15).

No sábado, os participantes passarão duas vezes pelas especiais de Coroa da Mata (11,40 km – 9h28 e 14h27), Feteiras (7,46 km – 10h36 e 15h35) e Sete Cidades (24,01 km – 10h54 e 15h53) e percorrerão pela segunda vez a Super Especial Grupo Marques (12h04), que separa as duas voltas.

Aguarda-se com expectativa os resultados, em termos de indecisão quanto ao vencedor, desta mudança.

CLASSIFICAÇÕES DOS CAMPEONATOS

EUROPEU

Pilotos – 1.º, Andreas Mikkelsen, 97 pontos; 2.º, Miko Marczyk, 78: 3.º, Efrén Llarena, 67; 4.º, Alexey Lukyanuk, 67; 5.º, Norbert Herczig, 67; 6.º, Craig Breen, 43; 7.º, Nikoaly Gryazin, Giandomenico Basso, Jan Kopecky, 39, 10.º, Erik Cais, 33. Estão classificados mais 27 pilotos.

Navegadores – 1.º, Szymon Gospodarczyk, 78 pontos; 2.º, Sara Fernández, 76; 3.º, Ramón Ferencz, 67; 4.º, Ola Floene, 66; 5.º, Paul Nagle, 43; 6.º, Alexey Arnautov, 41; 7.º, Konstantin Aleksandrov, 39, Lorenzo Granai, 39, Jan Hlousek, 39; 10.º, Jondriska Záková, 33. Estão classificados mais 30 navegadores.

Equipas – 1.º, Toksport WRT; 218 pontos; 2.º, Rallye Team Spain, 208; 3.º, Porvoon Autopalvelu, 107; 4.º, Yacco ACCR Team, 98; 5.º, Orlen Team, 86; 6.º, Skoda Rally Team Hungria, 78; 7.º, Topp.Cars Rally Team, 76; 8.º, Sainteloc Junior Team, 75; 9.º, Northon Racing, 69; 10.º, Team MRF Tyres, 61. Estão classificadas mais 25 equipas.

AÇORES

Pilotos – 1.º, Ruben Rodrigues, 62 pontos; 2.º, Rafael Botelho, 48; 3.º, Luís Miguel Rego, 42; 4.º, Filipe Pires, 29; 5.º, Rui Borges, 28; 6.º, Ricardo Moura, 25; 7.º, Bruno Tavares, 24; 8.º, Pedro Antunes, 20; 9.º, Bruno Amaral, Luís Pimental, 12. Estão classificados mais 13 pilotos

Navegadores – 1.º Estevão Rodrigues, 62 pontos; 2.º, Rui Raimundo, 48; 3.º, Jorge Henriques, 42; 4.º, Vasco Mendonça, 29; 5.º, António Costa, 25; 6.º, André Ventura, 24; 7.º, Pedro Alves, 20; 8.º, João Pacheco, Luís Faria, 12; 10.º, Camila Jorge, 11. Estão classificados mais cinco navegadores.

Lista de Vencedores

Criado em 1965, com a designação de Volta à Ilha de S. Miguel, a prova açoriana entrou para o calendário do Campeonato de Portugal em 1970, o que faz com que o Grupo Desportivo e Comercial, que este ano viu a prova excluída do campeonato, seja a segunda colectividade com mais provas organizadas (49) para o Campeonato, só batido pelo Club Sport da Madeira (54).

Ano Designação Equipa Carro
1965 Volta a S. Miguel Luís Toste Rego/Zeca Duarte Fiat 1500
1966 Volta a S. Miguel Luís Cordeiro/António Tavares Ford Cortina GT
1967 Volta a S. Miguel Luís Cordeiro/António Tavares Ford Cortina GT
1968 Volta a S. Miguel José Lampreia/Silva Carvalho Renault 8 Gordini
1969 Volta a S. Miguel Américo Nunes/Fernando Fonseca Porsche 911 S
1970 Volta a S. Miguel Jorge Nascimento/Manuel Coentro BMW 2002
1971 Volta a S. Miguel Raul Mendonça/Jorge Carreiro BMW 2002
1972 Volta a S. Miguel António Borges/Pedro Garcia Porsche 911 S
1973 Volta a S. Miguel Giovanni Salvi/Luigi Valle Porsche 911 S
1975 Volta a S. Miguel Manuel Inácio/Pina de Morais Opel 1904 SR
1976 Volta a S. Miguel Giovanni Salvi/António Morais Ford Escort RS 2000
1977 Volta a S. Miguel “Larama”/Horácio Franco Ford Escort RS
1978 Volta a S. Miguel “Larama”/Horácio Franco Ford Escort RS
1979 Volta a S. Miguel Mário Silva/José Nobre Ford Escort RS
1980 Volta a S. Miguel Mário Silva/Pedro de Almeida Ford Escort RS
1981 Rali de S. Miguel Santinho Mendes/Filipe Lopes Datsun 160 J
1982 Rali de S. Miguel Joaquim Santos/Miguel Oliveira ord Escort RS
1983 Rali de S. Miguel Joaquim Santos/Miguel Oliveira Ford Escort RS
1984 Rali de S. Miguel Joaquim Moutinho/Edgar Fortes Renault 5 Turbo
1985 Rali de S. Miguel Joaquim Moutinho/Edgar Fortes Renault 5 Turbo
1986 Rali de S. Miguel Jorge Ortigão/Pedro Perez Toyota Corolla GT
1987 Rali de S. Miguel Inverno Amaral/Joaquim Neto Renault 11 Turbo
1988 Rali de S. Miguel Carlos Bica/Fernando Prata Lancia Delta HF 4 WD
1989 Rali de S. Miguel Carlos Bica/Fernando Prata Lancia Delta HF 4WD
1990 Rali de S. Miguel Carlos Bica/Fernando Prata Lancia Delta 4WD
1991 Rali de S. Miguel Carlos Bica/Fernando Prata Lancia Integrale 16V
1992 Rali de S. Miguel Yves Loubet/Didier Breton Toyota Celica GT-4
1993 Rali de S. Miguel José Miguel/António Manuel Ford Sierra Cosworth 4×4
1994 Rali dos Açores Fernando Peres/Ricardo Caldeira Ford Escort Cosworth
1995 Rali Açores/BCA José Miguel/Carlos Magalhães Ford Escort Cosworth
1996 Rali Açores/BCA Fernando Peres/Ricardo Caldeira Ford Escort Cosworth
1997 Rali dos Açores Bruno Thiry/Stephane Prevot Ford Escort Cosworth
1998 Rali dos Açores Fernando Peres/Ricardo Caldeira Ford Escort WRC
1999 Rali dos Açores Gregoire De Mevius/Jean-Marc Fortin Subaru Impreza
2000 SATA Rali Açores Markku Martin/Michael Park Subaru Impreza
2001 SATA Rali Açores Juha Kankkunen/Juha Repo Subaru Impreza WRC
2002 SATA Rali Açores Rui Madeira/Fernando Prata Ford Focus WRC
2003 SATA Rali Açores Fernando Peres/José Pedro Silva Ford Escort Cosworth
2004 SATA Rali Açores Fernando Peres/José Pedro Silva Mitsubishi Lancer VII
2005 SATA Rali Açores Fernando Peres/José Pedro Silva Mitsubishi Lancer VIII MR
2006 SATA Rali Açores Armindo Araújo/Miguel Ramalho Mitsubishi Lancer VIII MR
2007 SATA Rali Açores Fernando Peres/José Pedro Silva Mitsubishi Lancer IX
2008 SATA Rali Açores Bruno Magalhães/Carlos Magalhães Peugeot 207 S2000
2009 SATA Rali Açores Kris Meeke/Paul Nagel Peugeot 207 S2000
2010 SATA Rali Açores Bruno Magalhães/Carlos Magalhães Peugeot 207 S2000
2011 SATA Rali Açores Juho Hanninen/Mikko Markkula Skoda Fabia S2000
2012 SATA Rali Açores Andreas Mikkelsen/Ola Floene Skoda Fabia S2000
2013 SATA Rali Açores Jan Kopecky/Pavel Dresler Skoda Fabia S2000
2014 SATA Rali Açores Bernardo Sousa/Hugo Magalhães Ford Fiesta S2000
2015 SATA Rali Açores Craig Breen/Scott Martin Peugeot 208 T16 R5
2016 Azores Airlines Rallye Ricardo Moura/António Costa Ford Fiesta R5
2017 Azores Airlines Rallye Bruno Magalhães/Hugo Magalhães Skoda Fabia R5
2018 Azores Airlines Rallye Alexey Lukyanuk/Alexey Arnautov Ford Fiesta R5
2019 Azores Rallye Lukasz Habaj/Daniel Dymurski Skoda Fabia R5

NÚMERO DE VITÓRIAS

PILOTOS

7 – Fernando Peres

4 – Carlos Bica

3 – Bruno Magalhães

2 – Luís Cordeiro, “Larama”, José Miguel, Joaquim Moutinho, Joaquim Santos, Mário Silva

1 – Armindo Araújo, António Borges, Craig Breen, Lukasz Habaj, Juho Hanninen, Manuel Inácio, Inverno Amaral, Juha Kankkunen, Jan Kopecky, José Lampreia, Yves Loubet, Alexey Lukyanuk, Rui Madeira, Markko Martin, Kris Meeke, Raul Mendonça, Gregoire de Mevius, Andreas Mikkelsen, Ricardo Moura, Jorge Nascimento, Américo Nunes, Jorge Ortigão, Luís Toste Rego, Giovanni Salvi, Santinho Mendes, Joaquim Santos, Bernardo Sousa, Bruno Thiry

NAVEGADORES

5 – Fernando Prata

4 – José Pedro Silva

3 – Ricardo Caldeira, Carlos Magalhães

2 – Horácio Franco, Edgar Fortes, Hugo Magalhães, Miguel Oliveira, António Tavares

1 – Pedro de Almeida, António Manuel, Alexey Arnautov, Didier Breton, Jorge Carreiro, Manuel Coentro, António Costa, Pavel Dresler, Zeca Duarte, Daniel Dymurski, Ola Floene, Fernando Fonseca, Jean Marc Fortin, Pedro Garcia, Filipe Lopes, Mikko Markkula, Scott Martin, António Morais, Paul Nagel, Joaquim Neto, José Nobre, Michael Park, Pina de Morais, Pedro Perez, Stephane Prevot, Miguel Ramalho, Juha Repo, Silva Carvalho, Luidgi Valle

MARCAS

20 – Ford (Escort RS, 6; Escort Cosworth, 5; Cortina GT, 2; Escort RS 2000, 1; Escort WRC, 1; Focus WRC, 1; Sierra Cosworth 4×4, 1; Fiesta S2000, 1; Fiesta R5, 2)

4 – Lancia (Delta HF 4WD, 2; Delta 4WD, 1; Integrale 16V, 1); Mitsubishi (Lancer VIII MR, 2; Lancer VII, 1; Lancer IX, 1); Peugeot (207 S2000, 3; 208 T16 R5, 1); Renault (5 Turbo, 2; 8 Gordini, 1; 11, 1); Skoda (Fabia S2000, 3; Fabia R5, 1)

3 – Porsche (911 S, 3); Subaru (Impreza, 2; Impreza WRC, 1)

2 – BMW (2002, 2); Toyota (Celica GT4, 1; Corolla GT, 1)

1 – Datsun (160 J, 1); Fiat (1500, 1); Opel (1904 SR, 1); Skoda (Fabia R5. 1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *