Automobili Lamborghini: forte volume de negócios

2020 foi o segundo melhor ano de sempre em volume de negócios e vendas e a lista de encomendas cobre já nove meses da produção de 2021. Perspectivas de crescimento positivas para este ano. Foco no lançamento comercial do Huracán STO e de mais dois novos produtos.

(auto.look2010@gmail.com)

Num ano de um extremamente desafiante, como foi o de 2020, marcado pelo alastrar da pandemia a nível mundial, a Automobili Lamborghini respondeu à situação com grande energia, flexibilidade e determinação, registando um desempenho comercial e financeiro muito positivo. O resultado financeiro mais notável foi o alcançar da mais elevada rentabilidade de sempre.

Stephan Winkelmann, presidente e CEO da Automobili Lamborghini, sublinhou que «houve uma capacidade de resposta imediata, uma combinação de modelos ideal e a crescente procura pela personalização dos nossos produtos impulsionaram a rentabilidade para os níveis mais elevados». «Num ano tão difícil, a marca deu mostras de uma enorme força e deu continuidade ao seu apelo crescente, contrariando a tendência da indústria do luxo a nível global», acrescentou Stephan Winkelmann.

2020 foi o segundo melhor ano de sempre para a Lamborghini em termos tanto de volume de negócios como de número de automóveis entregues. A Lamborghini terminou o ano fiscal de 2020 com um volume de negócios de 1,61 mil milhões euros, apenas 11% menos do que em 2019. Tal é atribuído ao declínio causado pelos 70 dias de paragem da produção na primavera, em cumprimento das directivas emanadas pelo governo italiana, e para proteger a saúde dos trabalhadores durante a fase de emergência inicial. A empresa deu mostras da sua pronta capacidade de reacção e flexibilidade na resposta ao período de emergência, através de uma cuidadosa gestão de custos e do assegurar da continuidade do plano de lançamentos.

Em 2020, a Lamborghini entregou 7.430 automóveis a nível mundial, um número que representa os segundos melhores resultados de vendas de sempre, seguindo-se ao recorde estabelecido em 2019, com 8.205 automóveis entregues.

Os Estados Unidos da América continuaram a ser o principal mercado, com 2.224 automóveis entregues, seguidos da Alemanha (607), da China Continental, Hong Kong e Macau (604), do Japão (600), do Reino Unido (517) e de Itália (347).

Stephan Winkelmann acrescentou que o ano de 2021 começou «com perspectivas muito positivas: as entregas nos primeiros dois meses deste ano superaram já as do anterior período pré-pandemia, e as encomendas colocadas até ao momento cobrem já nove meses de produção».

Este ano, a empresa espera registar um crescimento adicional, com a China a ascender ao segundo lugar dos seus mercados principais. O novo ano foi inaugurado pelo lançamento comercial do mais recente modelo revelado pela Lamborghini no final de 2020, o Huracán STO – Super Trofeo Omologata, um automóvel super-desportivo homologado para a estrada, inspirado pela herança da competição do campeonato monomarca da Lamborghini Squadra Corse protagonizado pelo Huracán EVO Super Trofeo, bem como pelo seu três vezes vencedor das 24 Horas de Daytona, e dois vezes vencedor das 12 Horas de Sebring, Huracán GT3 EVO. Este ano, ao Huracán STO juntar-se-ão mais dois novos produtos, baseados no emblemático V12.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *