Audi não penhorou alianças em Wadi ad Dawasir

Os Audi RSQ e-Tron, do Team Audi Sport, deram hoje o ar da sua graça, com o sueco Mathias Ekström na ofensiva e a venceu a oitava etapa dos automóveis no Rali Dakar, entre Al Dawadimi e Wadi ad Dawasir. O francês Stéphane Peterhansel e o espanhol Carlos Sainz conduziram as viaturas das alianças ao segundo e quarto lugar, respectivamente.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Mathias Ekström (Audi RSQ e-Tron)

O sueco Mathias Ekström (Audi RSQ e-Tron) venceu a oitava etapa dos automóveis do Rali Dakar de todo-o-terreno, entre Al Dawadimi e Wadi ad Dawasir, na Arábia Saudita. Tratou-se do primeiro triunfo do piloto sueco na prova rainha do todo-o-terreno mundial, no dia em que a marca alemã colocou os três carros nas quatro primeiras posições.

O francês Sébastien Loeb (Prodrive Hunter) garantiu, apesar de um furo nos primeiros quilómetros do Sector Selectivo, o terceiro tempo, batendo o espanhol Carlos Sainz (Audi RS Q e-tron) por três segundos.

O nove vezes campeão do mundo de ralis ainda teve tempo de ganhar sete minutos ao qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota GR DKR Hilux), apenas 11.º na etapa, o que lhe permitiu reduzir o atraso para 37m58s, diferença de tempo, ainda, muito significativa para o que falta cumprir.

Sébastien Loeb (Prodrive Hunter)

No entanto, a perder tempo todos os dias, naturalmente que Nasser Al-Attiyah terá de voltar de novo a imprimir outro ritmo que não o que privilegiado ultimamente. Obviamente que o piloto da Toyota GR DKR Hilux está atento `s movimentações dos seus mais directos opositores, mas ainda hoje viu-se a braços com um problema ao nível de um diferencial traseiro partido.

Ainda em relação ao resultado dos Audi, o Team Audi Sport está a demonstrar que a aposta pode ter sucesso e, de certa forma, neutraliza as queixas feitas por Carlos Sainz, na fase inicial da prova, por causa do excesso de peso das viaturas para a potência disponível.

Tal como tinha sido anunciado pela organização, a navegação ia ser muito importante, como se tem visto, e os erros cometidos nesse campo ajudam a explicar o atraso dos Audi, para além das dificuldades provocadas pelo facto de ser uma viatura que faz a estreia em competição.

Vaidotas Zala e Paulo Fiuza (Mini John Cooper Works Rally)

Enquanto isso, Paulo Fiúza só levou o lituano Vaidotas Zala (Mini John Coopre Works Rally) ao 20.º lugar na etapa, o que implicou a descida para o 12.º lugar da geral, a 29” do vencedor do SS e a 9’27” do francês Mathieu Serradori, que fecha o lote dos 10 primeiros. Já a dupla BP Ultimate Vodafone Team, Miguel Barbosa e Pedro Velosa, partiu da 49.ª posição e encerrou a tirada com o 36.º melhor tempo.

Nos SSV, domínio dos manos polacos Gozcal, com Marek a levar a melhor sobre Michel e com o americano Austin Jones (BRP CAN-AM Maverick XRS) a registar o terceiro tempo no SS e a cimentar a posição de comandante.

Entre os portugueses, Luís Portela Morais, navegado por David Megre (BRP CAN-AM Maverick XRS) foi sétimo no SS e manteve o oitavo lugar da geral, enquanto Rui Oliveira e Fausto Mota (BRP CAN-AM Maverick XRS) foi 15.º no SS e subiu para idêntica posição na geral.

ETAPA DE AMANHÃ

A exemplo do que tantas vezes tem sucedido nesta edição, a etapa de amanhã tem partida e chegada ao mesmo local, Wadi Ad-Dawasir, com os concorrentes a enfrentarem um percurso de 491 km, dos quais 287 são percorridos contra-o-relógio. A navegação volta a ser importante, apesar de parte do traçado decorrer em zona montanhosa, com pistas que serpenteiam entre penhascos.

CLASSIFICAÇÕES

SECTOR SELECTIVO (395 KM)

AUTOMÓVEIS – 1.º, Mattias Ekstrom/Emil Berqvist (Audi RS Q e-tron), 3.43’21”; 2.º, Stéphane Peterhansel/Edouard Boulanger (Audi RS Q e-tron), a 49”; 3.º, Sébastien Loeb/Fabien Lurquin (Prodrive Hunter), a 3’08”; 4.º, Carlos Sainz/Lucas Cruz (Audi RS Q e-tron), a 3’11”; 5.º, Henk Lategan/Brett Cummings (Toyota GR DKR Hilux), a 3’20”; 6.º, Orlando Terranova/Daniel Oliveras Carreras (Prodrive Hunter), a 4’53”; 7.º, Mathieu Serradori/Loic Minaudier (Century CR6), a 7’03”; 8.º, Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (Mini John Cooper Works Rally), a 8’11”; 9.º, Giniel De Villiers/Dennis Murphy (Toyota GR DKR Hilux), a 9’00”; 10.º, Yazeed Al Rahji/Michael Orr (Toyota Hilux Overdrive), a 9’51; …: 20.º, Vaidotas Zala/Paulo Fiuza (Mini John Cooper Works Rally), a 22’16”; …; 35.º, Miguel Barbosa/Pedro Velosa (Toyota Hilux Overdrive), a 1.09’06”

 

SSV – 1.º, Marek Gozcal/Lukasz Laskawiec (BRP CAN-AM Maverick XRS), 4.36’14”; 2.º, Michal Gozcal/Szymon Gospodarczyk (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 2.48”; 3.º, Austin Jones/Gustavo Gugelmin (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 8’10”; 4.º, Gerard Farres Guell/Diego Ortega Gil (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 8’15”; 5.º, Rokas Baciuska/Oriol Mena (BRP Maverick CAN-AM XRS), a 10’08”; …; 7.º, Luís Portela Morais/David Megre (BRP CAN-AM Maverick XRS) a 15’40”; …; 15.º, Rui Oliveira/Fausto Mota (BRP CAN-AM Maverick XDS) a 48’39”

GERAL

AUTOMÓVEIS – 1.º Nasser Al-Attiyah/Mathias Baumel (Toyota GR DKR Hilux), 27.45’52”; 2.º, Sébastien Loeb/Fabian Lurquin (Prodrive Hunter), a 37’58”; 3.º, Yazeed Al Rahji/Michael Orr (Toyota Hilux Overdrive), a 53’13”; 5.º, Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (Mini John Cooper Works Buggy), a 1.28’06”; 5.º, Orlando Terranova/Daniel Oliveras (Prodrive Hunter), a 1’31’39; 6.º, Vladimir Vasilyev/Oleg Uperenko (BMW X5) a 1.40’57”; 7.º, Giniel De Villiers/Dennis Murphy (Toyota GR DKR Hilux), a 1.46’05”; 8.º, Martin Prokop/Viktor Chytka (Ford Raptor RS Crosscountry), a 1.54’05”; 9.º, Sebastian Halpern/Bernard Graue (Mini John Cooper Works), a 2.08’42”; 10.º, Mathieu Serradori/Loic Minaudier (Century CR6), a 2.31’,31”; …; 12.º, Vaidotas Zala/Paulo Fiuza (Mini John Cooper Works Rally), a 2.40’58”; …; 31.º, Miguel Barbosa/Pedro Velosa (Toyota Hilux Overdrive), a 10.00’46”

SSV – 1.º, Austin Jones/Gustavo Gugelmin (BRP CAN-AM Maverick XRS), 34.12’38”; 2.º, Gerard Farres Guell/Diego Ortega Gil (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 6’38”; 3.º, Michal Gozcal/Szymin Gospodarczyk (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 14’49”; 4.º, Rokas Baciuska/Oriol Mena (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 29’56”; 5.º, Marek Gozcal/Lukasz Laskawiec (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 33’17”; …; 8.º, Luís Portela de Morais/David Megre (BRP CAN-AM Maverick XRS) a 2.49’44”; …; 15.º, Rui Oliveira/Fausto Mota (BRP CAN-AM Maverick XDS) a 6.51’50”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *