Astrilusa Racing Team brilhou ao sol do Algarve

Troféu C1 Learn & Drive recebeu o Verão no Algarve com 44 equipas inscritas e mais de 200 pilotos em pista, mas Ricardo Águas, João Carrilho, Thomas Hilgers Miguel Palops, Rui Palos e António Correia, com o segundo lugar em AM na prova de abertura, deram um contributo importante para o sucesso da competição.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Chegar, ver e subir ao lugar intermédio do pódio na categoria AM (amadores) do Troféu C1 Learn & Drive – 12.º à geral num universo de 44 equipas, entre AM, PRO (Profissionais) e PRO AM (junção de Profissionais com Amadores) – não é para todos. Este feito foi conseguido e regado com néctar de qualidade pelos membros da Astrilusa Racing Team, nomeadamente Ricardo Águas, João Carrilho, Thomas Hilgers Miguel Palops, Rui Palos e António Correia.

Até poderia ter sido uma festa, com gelo e Cuba Libre, mas os pilotos Astrilusa Racing Team limitaram-se a festejar com moderação no calor da alegria nas primeiras horas de Verão. Com a palma das mãos no volante do pequeno mas resistente Citroën C1, em que os raios de sol penetravam no seu interior sem queimar o peito mas a despoletar o desejo de vencer, os amadores da viatura Astrilusa Racing Team soltaram os cavalos do “double chévron” nos 4,692 km do Autódromo Internacional do Algarve para seis loucas horas de emoção.

A suavidade da condução contrastava com o rolar do vento, mas o querer chegar longe acabou por ser a poção mágica que provocou uma corrente de energia que passou pelas 12 mãos durante a tarde do primeiro dia de competição.

Ricardo Águas, João Carrilho, Thomas Hilgers Miguel Palops, Rui Palos e António Correia não enjeitaram a oportunidade de criar um efeito espirituoso ao cabo das seis horas de competição. O segundo lugar registado na segunda jornada do Troféu C1 Learn & Drive foi coroado de enorme satisfação, até porque pela pista passaram mais de duas centenas de pilotos.

Nesta deslocação ao traçado portimonense, pilotos e máquinas vão ter pela frente maus uma jornada com uma corrida de 6 horas este domingo. A resistência dos Citroën C1 volta a ser colocada à prova. No seio da família Astrilusa Racing Team, cujo “double chévron” preto ostenta as cores, entre outros, de AUTOLOOK e AUTOJAC, a expectativa é de total confiança.

Os jovens pilotos Ricardo Águas, João Carrilho, Thomas Hilgers Miguel Palops, Rui Palos e António Correia voltam, nesta manhã e tarde de domingo, a sentir a azáfama dos quilómetros percorridos e, também muitas “aventuras e peripécias” para contar em torno da competição organizada pela Motor Sponsor.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação