Armindo Araújo vence Rali de Castelo Branco

Quarto triunfo consecutivo para o tirsense piloto do Skoda Fabia, com José Pedro Fontes a recuperar até ao segundo posto e Bruno Magalhães a levar de vencida a Power Stage. Ricardo Sousa impôs-se nas duas rodas motrizes. A próxima ronda é o Rali Vinho Madeira, de 4 a 6 de agosto.

(auto.look2010@gmail.com)

José Pedro Fontes e Inês Ponte

O piloto Armindo Araújo (Skoda Fábia) venceu o Rali de Castelo Branco, quinta prova do Nacional, e cimentou a liderança do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) após cinco das oito corridas previstas. O piloto natural de Santo Tirso, que faz dupla com o navegador Luís Ramalho, concluiu a prova albicastrense com o tempo de 56m01,8s, deixando o segundo classificado, José Pedro Fontes (Citroën C3), a 7,3 segundos. Miguel Correia (Skoda Fábia) foi o terceiro, a 35,8 segundos do vencedor.

«Conseguimos vencer este rali pelo quarto ano consecutivo e chegar à segunda vitória do ano. Foi uma prova bastante difícil, já o sabíamos à partida, mas trabalhámos muito para sairmos daqui com este resultado. Andámos sempre num ritmo que nos permitiu manter a primeira posição e, como as diferenças foram sempre muito reduzidas em cada especial, nunca tivemos hipóteses de gerir o nosso andamento», explicou o vencedor.

Bruno Magalhães e Carlos Magalhães

Armindo Araújo chegou ao derradeiro dia de prova com 2,2 segundos de vantagem sobre Bruno Magalhães (Hyundai i20), mas o piloto lisboeta perdeu 38,9 segundos logo na primeira especial da manhã deste domingo, caindo para a quinta posição.

Até final, Bruno Magalhães ainda conseguiu ultrapassar Pedro Meireles (Hyundai i20), chegando ao quarto posto final por 1,3 segundos. Com estes resultados, Armindo Araújo tem, agora, 121 pontos contra os 97 de Miguel Correia, que é segundo, e os 77 de José Pedro Fontes, que é terceiro.

Os campeões nacionais em título, Ricardo Teodósio e José Teixeira não foram felizes na prova albicastrense. A equipa do Hyundai mostrou muita velocidade mas, no derradeiro troço, acabou por sofrer um acidente que, felizmente, não teve consequências físicas nem para o piloto, nem para o co-piloto.

Ricardo Sousa e Luís Marques

RICARDO SOUSA DOMINA NAS DUAS RODAS MOTRIZES

Ao volante de um Peugeot 208 Rally 4, Ricardo Sousa dominou por completo o campeonato exclusivo para carros com duas rodas motrizes. No final, deixou o segundo classificado, Ernesto Cunha, também em Peugeot, a um minuto de distância. Rafael Cardeira, em Renault, fechou esta prova organizada pela Escuderia Castelo Branco no pódio das duas rodas motrizes.

Rafael Cunha foi o vencedor da Kia Rally Cup e do FPAK Júnior Team, enquanto Gonçalo Fernandes foi o melhor do Campeonato de Portugal Júnior de Ralis. Nos clássicos, Nuno Mateus venceu com o seu Mitsubishi. A próxima ronda é o Rali Vinho Madeira, de 4 a 6 de agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.