ARC Sport e Teodósio: lutar pela vitória no Vidreiro

A penúltima prova do Campeonato de Portugal de Ralis visita a região centro do país para disputar o Rali Vidreiro, numa organização do Clube Automóvel da Marinha Grande.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JORGE CUNHA E ALBANO LOUREIRO / AIFA

Numa altura crucial do campeonato, liderado por Ricardo Teodósio e José Teixeira, a ARC Sport, equipa campeã nacional de ralis, está consciente da importância desta prova para os objetivos da equipa algarvia. Depois do 2.º lugar alcançado na época passada, Ricardo Teodósio pretende fazer melhor este ano, com o Skoda Fabia R5.

«Queremos muito ganhar, e vamos tentar fazer o melhor possível, sempre a pensar nas contas do título. O Vidreiro é um rali que gostamos e onde temos tido bons resultados, pretendemos, por isso, efectuar uma boa operação ao nível de pontos, mas se possível a vitória», a opinião de Ricardo Teodósio, partilhada pelo seu navegador José Teixeira.

Depois de uma actuação muito positiva por “Terras d’Aboboreira”, que terminou com uma subida ao pódio, João Barros e António Costa vão tentar ser igualmente eficazes na Marinha Grande aos comandos do Skoda.

«Vamos ao Vidreiro com a mesma ambição. O nosso objectivo é sempre tentar o pódio e nesta prova de asfalto, de que tanto gosto, vamos sempre lutar pelo melhor lugar possível, apesar de não ter participado na edição do ano passado. Estamos optimistas», disse João Barros.

Apesar de uma evolução constante, nos dois últimos anos, Pedro Almeida acha que poderia ter feito melhor em Amarante. Um novo set-up do Fabia, específico para o Rali Vidreiro, é uma das novas experiências do jovem piloto, para além de estrear um novo navegador, devido a impossibilidade de Nuno Almeida, que tem estado sempre ao lado do piloto. A escolha da equipa recaiu na enorme experiência de Miguel Ramalho.

«Na verdade, o último rali foi abaixo das nossas expectativas. O traçado e o piso do Rali Vidreiro levaram-nos a procurar outro set-up para o carro, para conseguir evoluir. A novidade será sem dúvida a minha estreia ao lado do Miguel Ramalho. Já fizemos testes e estamos prontos para tentar tirar partido da sua grande experiência», afirmou Pedro Almeida.

Miguel Correia e Pedro Alves já vão contar com um Skoda Fabia R5 para o Rali Vidreiro. Depois do Fiesta R5, o jovem piloto está encantado com o novo carro: «São notórias as diferenças do Skoda. Para além de ser mais fácil de guiar, existem excelentes referências para melhor, em tudo, apesar de ser necessário fazer mais quilómetros com o carro. O ano passado fiz este rali com o Clio R3, uma prova exigente, com vários tipos de piso, que o torna bastante traiçoeiro. Muita atenção aos troços nocturnos e esperar que não chova», confidenciou, Miguel Correia.

O campeão de ralis dos Açores está de novo no continente. Luís Rego Jr., que se prepara para revalidar o título açoriano, quer continuar a ganhar experiência nas provas do CPR, bem apoiado nos conhecimentos do seu navegador Jorge Henriques.

«Vamos estar nesta prova com o mesmo objectivo de Amarante. Para nós é sempre tudo novo, e queremos aprender ao máximo, para conseguir preparar o futuro em termos desportivos. O Rali Vidreiro vais ser mais uma estreia, onde queremos promover e dignificar o nome dos Açores», disse Luís Rego Jr.

Para a ARC Sport, este desafio conta com objectivos diferentes em relação aos seus cinco pilotos. Lutar pelo pódio e pela vitória, mas também pela afirmação de novos valores que fazem parte das fileiras da equipa de Aguiar da Beira.

«É naturalmente com muito orgulho que encaramos esta prova. A nossa equipa está sempre unida e pronta a ajudar os nossos pilotos a alcançar os seus objectivos, sejam eles quais forem. Sabem que podem contar connosco», afirma Augusto Ramiro.

O Rali Vidreiro Centro de Portugal disputa-se esta sexta-feira e sábado (4 e 5 de Outubro) na região da Marinha Grande e conta com oito provas especiais de classificação.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação