António Maio preparado para o seu terceiro Dakar

O piloto da Guarda Nacional Republicana (GNR), piloto Yamaha e campeão nacional de Todo-o-Terreno, compete na classe GP que integra a elite dos pilotos de moto. A motivação está em alta, embora o Dakar seja uma competição imprevisível e tudo poderá acontecer…

(auto.look2010@gmail.com)

António Maio, campeão nacional de Todo-o-Terreno 2021, está confiante para dar início ao terceiro Dakar da sua carreira desportiva. Depois de uma época muito positiva, onde alcançou pela sexta vez o título de campeão nacional de Todo-o-Terreno, o capitão da GNR prepara-se agora para a mais dura e difícil competição do mundo da modalidade e desta vez tem como grande novidade o facto de pela primeira vez estar inserido na Classe GP competindo com a elite dos pilotos de moto.

O piloto da Yamaha realizou esta quinta-feira as respectivas verificações técnicas e administrativas que antecedem a competição e mostrou-se motivado para dar início a esta grande maratona de todo-o-terreno: «É uma enorme satisfação regressar ao Dakar. Este ano vou integrar a classe GP e por isso tive trabalho acrescido para ter tudo bem preparado antes de começar a corrida porque existem especificações técnicas especiais para a categoria», começou por referir o oficial da GNR.

«O objectivo é dar sempre o melhor em todas as etapas, mas sei que o Dakar é imprevisível e tudo pode acontecer. Estando a correr na classe elite da prova será mais difícil porque vou competir contra alguns dos melhores pilotos do mundo. Mas, vou manter o foco e acima de tudo quero terminar mais um Dakar. Quero agradecer à minha família, amigos e patrocinadores por terem tornado tudo possível», revelou António Maio.

O Rali Dakar 2022 terá início desportivamente no primeiro dia do ano e vai contar com uma curta especial de 19 km. Esta travessia, em pistas de terra e pequenas dunas, dará aos participantes a oportunidade de testar as suas máquinas e determinará a ordem de partida para a próxima etapa.

O resultado também dará origem a uma cerimónia no briefing em que os 15 melhores pilotos de cada categoria poderão escolher, na ordem inversa da classificação, a sua posição inicial para a especial 1B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.