António Maio com entrada cautelosa no Dakar

Um pequeno percalço numa duna fez o piloto da Yamaha perder algum tempo no Prólogo de 19 km.

(auto.look2010@gmail.com)

O campeão nacional de Todo-o-Terreno de 2021, António Maio, iniciou hoje a sua participação no Dakar 2022 em que, pela primeira vez, está inserido na Classe GP a competir com a elite dos pilotos de moto.

O capitão da GNR teve uma entrada cautelosa marcada, todavia por um pequeno percalço que o fez perder algum tempo tendo terminado o dia com o 30.º tempo absoluto: «Tive um pequeno percalço numa duna. Deixei a moto enterrar e perdi um bocadinho de tempo. O prólogo tinha muita areia, dunas, também um bocadinho rápido».

«A moto está impecável e amanhã é que vai começar a sério», explicou António Maio antes de fazer a sua passagem pelo pódio de apresentação e depois de «ter feito uma ligação enorme que, para variar, foi uma enorme seca, mas é assim o Dakar».

Amanhã os concorrentes terão pela frente uma especial de 334 km e mais 212 km de ligação nas paisagens montanhosas do norte da Arábia Saudita que fazem parte dos contrastes de percurso que do Dakar apresenta. A areia já faz parte do “menu” e por enquanto apresenta-se em forma de trilhos numa etapa que será um quebra-cabeças no que à navegação diz respeito e segundo a organização quem tentar optar por um atalho será penalizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *