André Lotterer: “Trabalho duro na Fórmula E”

No âmbito da visita à unidade fabril portuguesa da Efacec, o piloto alemão disse que «trabalhar no duro» é o segredo para tentar ficar no topo, o que considera ser mais difícil do que simplesmente «ser campeão».

(auto.look2010@gmail.com)

«Para ser campeão, é claro que é preciso ter motivação, mas ficar no topo é muito mais difícil, todos te querem derrotar. É preciso sempre trabalhar no duro», afirmou o piloto André Lotterer, actual terceiro classificado no campeonato mundial de Fórmula E, atrás do líder belga Jérôme D’Ambrosio e do português António Félix da Costa.

Num evento organizado pela empresa portuguesa Efacec e que trouxe o piloto e o “team manager” da DS Techeetah, actual líder do campeonato por equipas, a Portugal pela primeira vez, bem como o carro de segunda geração utilizado nesta temporada pela escuderia chinesa, André Lotterer diz estar já habituado à pressão adicional sobre os pilotos e considera que a equipa já conseguiu «coisas muito boas».

«Aprendi desde cedo a pressão da competição e das vitórias, vai tornando-se um ambiente natural. Conduzir até é talvez a parte mais fácil. Temos muito trabalho de casa para preparar as corridas, dá-nos confiança. A DS Techeetah é uma equipa pequena contra grandes fábricas e conseguimos coisas muito boas», disse.

Refira-se que, com André Lotterer a assegurar, tanto a “pole-position”, como o 2.º lugar no E-Prix de Roma, no pretérito fim-de-semana, a DS Techeetah assumiu a liderança do Campeonato de Equipas, deixando a formação numa óptima posição em vésperas da realização do seu E-Prix caseiro, em Paris, no próximo dia 27 de Abril.

«Houve um misto de sentimentos. Obtive a minha primeira “pole-position” e um bom lote de pontos, mas o que pretendia realmente era ganhar a corrida e acho que tinha carro para isso. Há agora que olhar para o que aconteceu, pois a meio da corrida comecei a ter de lidar com os pneus, pelo que não podia manter o Mitch atrás de mim. Tudo somado, assistiu-se a uma batalha limpa e foi bom saber que conseguimos fazer uma boa gestão da energia em corrida. Estamos numa boa posição, pelo que espero que, em breve, possa alcançar a minha primeira vitória. Estou mais disposto a isso do que nunca. Estou certo de que vamos ter uma boa segunda parte da temporada», sublinhou André Lotterer.

A Fórmula E é uma variante automobilística semelhante à Fórmula 1, mas nos quais são utilizados exclusivamente carros movidos a energia eléctrica e que vai na sua quinta temporada.

O evento contou com a presença de 150 alunos do ensino superior e recém-graduados e pretendeu procurar soluções para o futuro da energia, da engenharia e da mobilidade.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação