Álvaro Parente regressa oficialmente à McLaren

Português regressa à McLaren Costumer Racing, como piloto oficial, depois de um interregno de um ano, voltando a uma marca com a qual obteve inúmeros títulos e vitórias.

(auto.look2010@gmail.com)

Álvaro Parente foi um dos nomes mais importantes na solidificação da presença da marca de Woking no mundo das corridas de carros Grande Turismo, tendo iniciado a sua ligação em 2011 com o desenvolvimento do McLaren MP4-12C GT3, a primeira máquina de GT3 do construtor inglês.

O portuense envergou as cores da McLaren Costumer Racing até 2017, tendo até então conquistado os títulos do International GT Open 2015 e do Pirelli World Challenge 2016, para além de ter vencido as 12 Horas de Bathurst em 2016, na sua primeira visita ao circuito australiano, sempre aos comandos de um McLaren 650S GT3.

No final do ano passado, a marca de Woking convidou o piloto do Porto a estrear o seu novo carro para a importante categoria GT3 – o 720S GT3 – tendo estado envolvido na luta pela vitória das 12 Horas do Golfo. Álvaro Parente mostra-se entusiasmado com o regresso à McLaren Costumer Racing como piloto oficial.

«É um prazer estar de volta. No final de 2017 existia alguma indefinição quanto ao futuro dos programas GT3 da McLaren e resolvi procurar novos desafios. Mas tenho uma enorme ligação emocional a esta marca. É uma honra envergar outra vez as suas cores e estou determinado em voltar a conquistar bons resultados para a McLaren e elevar o seu nome nos mais importantes palcos do mundo das corridas de GT», apontou o português.

Se regressar à McLaren é um motivo de regozijo para o piloto do Porto, a competitividade do McLaren 720S GT3, que experimentou em Abu Dhabi, dá-lhe garantias para um programa em que terá as armas para assegurar resultados de relevo.

«Gostei muito do novo carro. Em Abu Dhabi pude perceber que tem muito potencial e será, seguramente, um vencedor. Com o McLaren 720S GT3 tenho a certeza de que terei o material para voltar a conquistar provas e campeonatos e ultrapassar os feitos que conquistei anteriormente com a McLaren», concluiu Álvaro Parente.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação