Alexey Lukyanuk imparável em Roma

O piloto russo, em Citroën C3 R5, parte este domingo para as últimas nove especiais com 34,1 segundos de avanço para o italiano Giandomenico Basso (VW Polo GTi R5), segundo classificado.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Giandomenico Basso e Lorenzo Granai (VW Polo GTi R5)

Seis especiais, seis vitórias e a posição de comandante do Rally di Roma Capitale a ser, merecidamente, ocupada pelo russo Alexey Lukyanuk (Citroën C3 R5) que vai partir, este domingo, para as derradeiras nove especiais com uma vantagem de 34,1” sobre o italiano Giandomenico Basso (VW Polo GTi R5) que o segue como uma sombra, quase desde o início da prova que teve início esta manhã.

Os dois homens da frente chegaram ao final do dia satisfeitos, o russo por «não ter sido obrigado a puxar» e o italiano «por ser o primeiro no Campeonato de Itália».

Oliver Solberg (VW Polo GTi R5)

Perante estas afirmações fácil se torna concluir que, este domingo, nada vai mudar, com o primeiro a aumentar a vantagem e o segundo a gerir o minuto de vantagem que tem sobre o seu mais directo perseguidor transalpino, Giacomo Scattolon (Skoda Fabia R5).

Quinto no início da segunda parte do dia, o sueco Oliver Solberg (VW Polo GTi R5) ascendeu ao terceiro lugar e tem 7,5” de vantagem sobre o romeno Simone Tempestini (Skoda Fabia R5), que perdeu uma posição da parte da tarde.

Pedro Antunes e Pedro Alves (Peugeot 208 Rally4)

A lutar com o estónio Ken Torn (Ford Fiesta Rally4), o português Pedro Antunes (Peugeot 208 Rally4) termina o dia no 25.º lugar da geral, a 11,2” do estónio, depois de o ter batido na derradeira classificativa do dia, numa luta pela vitória nos RC4 que está longe de estar decidida.

Já Pedro Almeida foi forçado a renunciar, na derradeira especial da manhã, depois de um fuga de gasolina ter tornado o ar do habitáculo irrespirável, com a dupla a optar por parar por precaução, com a esperança da equipa resolver o problema, para puderem regressar, amanhã, à estrada em Rally2.

O Rally Di Roma Capitale termina este domingo, com os concorrentes a percorrerem três vezes as provas de classificação de Rocca di Cave (7,25 km), Rocca Santo Stefano (14,60 km) e Guarcino (11,75 km).

CLASSIFICAÇÃO, APÓS SEIS ESPECIAIS

1.º Alexey Lukyanuk/Dmitriy Eremeev (Citroen C3 R5), 58’52,7”; 2.º, Giandomenico Basso/Lorenzo Granai (VW Polo GTi R5), a 34,1”; 3.º, Oliver Solberg/Aaron Johnston (VW Polo GTi R5), a 47,1”; 4.º, Simone Tempestini/Sergiu Itu (Skoda Fabia R5), a 54,6”; 5.º, Fabian Kreim/Frank Christian (VW Polo GTi R5), a 59,6”; 6.º, Craig Breen/Paul Nagle (Hyundai i20 R5), a 59,7”; 7.º, Grégoire Munster/Louis Louka (Hyundai i20 R5), a 1’33,4”; 8.º, Efren Llarena/Sara Fernandez (Citroen C3 R5), a 1’33,8”; 9.º, Giacomo Scattolon/Matteo Nobili (Skoda Fabia R5), a 1’39,6”; 10.º, Emil Lindholm/Mikael Korhonen (Skoda Fabia R5 Evo), a 1’40,0”; …; 25.º, Pedro Antunes/Pedro Alves (Peugeot 208 Rally4), a 5’03,4”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: