Alexey Lukyanuk cimenta comando

Piloto russo alargou a liderança no Rali Fafe Montelongo, dispondo 18,3 segundos de vantagem para o irlandês Craig Breen que chegou ao segundo lugar depois de passar o espanhol Iván Ares.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JORGE CUNHA / AIFA

Apesar de batido pelo irlandês Craig Breen (Hundai i20 R5) na segunda passagem por Montim (6,92 km), que abriu a segunda volta pelas três especiais do dia, o russo Alexey Lukyanuk (Citroën C3 R5) foi o mais rápido, tal como sucedera de manhã, na segunda passagem por Anjos (14,13) km e Queimadela/Travassós (10,88 km) e cimentou a posição de comadante, para entrar para a derradeira passagem com 18,3” sobre o irlandês.

Em consequência de uma má escolha de pneus, o sueco Oliver Solberg (VW Polo GTi R5) caiu para quarto, atrás do espanhol Iván Ares (Hyundai i20 R5), que fecha o pódio no regresso ao Parque de Assistência, a 3,6” do lugar ocupado pelo piloto da marca sul-coreana.

João Barros (Citroën C3 R5), agora 14.º, continua a ser o melhor português a 4,9” do irlandês Callum Devine (Hyundai i20 R5), que o antecede na geral.

Entre os carros de duas rodas motrizes o espanhol Jospe Bassas (Peugeot 208 Rally4) manteve o comando, à frente do estónio Ken Torn (Ford Fiesta Rally4), agora com 9,1” de vantagem, com o terceiro lugar a ser ocupado pelo português Pedro Almeida (Peugeot 208 Rally4), que viu o Colégio de Comissários corrigir-lhe o tempo feito na especial de abertura, quando foi obrigado a parar, em consequência do acidente do espanhol Sérgio Cuesta cujo carro ficou a bloquear a estrada, o que lhe permitiu ascender ao derradeiro lugar do pódio da categoria, a 50,4” do espanhol e com mais de dois minutos de vantagem sobre o belga Amaury Molle (Peugeot 208 R2), o seu mais directo perseguidor

Nesta segunda passagem, a chuva fez a sua aparição, ainda que de forma intermitente, o que complicou, ainda mais, a vida aos pilotos

Classificação, após seis especiais – 1.º Alexey Lukyanuk/Dmitriy Eremeev (Citroen C3 R5), 35’31,1”; 2.º Craig Breen/Paul Nagle (Hyundai i20 R5), a 18,3”; 3.º Iván Ares/David Vazquez (Hyundai i20 R5), a 20,8”; 4.º Oliver Solberg/Aaron Johnstone (VW Polo GTi R5), a 24,4”; 5.º Yoann Bonato/Benjamin Bouloud (Citroen C3 R5), a 27,3”; 6.º Efrén Llarena/Sara Fernandez (Citroen C3 R5), a 48,3”; 7.º Norbert Herczig/Ramon Ferencz (VW Polo GTi R5), a 51,9”; 8.º Grégoire Munster/Louis Louka (Hyundai i20 R5), a 55,4”; 9.º Mikolaj Marczyk/Szymon Gospodarczyk (Skoda Fabia R5 Evo), a 1’06,5”; 10.º Dominik Dinkel/Michael Wenzel (Skoda Fabia R5 Evo), a 1’11,6”. Estão classificadas mais 14 equipas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: