Aleix Espargaro (Aprilia) bate concorrência

O espanhol Aleix Espargaro (Aprilia) colocou a terceira marca no topo da tabela de tempos, depois dos franceses Johann Zarco (Ducati) e Fabio Quartararo (Yamaha) o terem feito nas duas sessões de treinos livres de ontem.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Atrás do espanhol posicionaram-se três Ducati, pilotadas pelo espanhol Jorge Martin (Ducati), o australiano Jack Miller (Ducati) e Johann Zarco, com Fabio Quartararo, sexto, a ser o mais rápido dos pilotos da marca dos três diapasões.

Sexto no conjunto das duas sessões de ontem, o que lhe dava acesso directo à Q2, o português Miguel Oliveira (KTM), apesar de ser o mais rápido dos pilotos da marca austríaca e de ter melhorado o seu tempo, não foi além do 14.º tempo, o que o obriga a passar pela Q1, onde terá de lutar por uma das duas primeiras posições para entrar na discussão da “pole position”.

A correr em casa, o inglês Jake Dixon (Kalex), que já tinha sido o mais rápido entre os pilotos de Moto2, na primeira sessão de treinos livres, voltou a colocar-se no topo da tabela de tempos, de novo, à frente do espanhol Augusto Fernandez (Kalex), que se tinha imposto na segjunda sessão.

Outro espanhol, Aron Canet (Kalex) registou o terceiro tempo, enquanto  Alonso Lopez (Boscoscuro), com o sexto tempo, foi o melhor não Kalex.

O japonês Tatsuki Suzuki (Honda) foi o mais rápido dos pilotos de Moto3, nos derradeiros instantes da sessão, impondo-se ao turco Deniz Oncu (KTM) e ao brasileiro Daniel Holgado (KTM), enquanto o inglês John McPhee (Husqvarna), apesar de não ter melhorado o tempo feito ontem, garantiu a terceira posição no conjunto das três sessões de treinos livres.

De assinalar que o comandante do campeonato, o espanhol Sergio Garcia (GasGas) vai ter de passar pela Q1, algo que não tem sido habitual.

MELHORES TEMPOS

MOTOGP – Aleix Espargaro (Aprilia), 1’58,254”; Jorge Martin (Ducati), 1’58,282”; Jack Miller (Ducati), 1’58,332”; Johann Zarco (Ducati), 1’58,344”; Maverick Viñales (Aprilia), 1’58,575”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’58,619”; Francesco Bagnaia (Ducati), 1’58,625”; Joan Mir (Suzuki), 1’58”657″; Luca Marini (Ducati), 1’58,663”; Alex Rins (Suzuki), 1’58,729”; …; Miguel Oliveira (KTM), 1’59,066”. Treinaram mais 10 pilotos

MOTO2 – Jake Dixon (Kalex), 2’04,107”; Augusto Fernandez (Kalex), 2’04,508”; Aron Canet (Kalex), 2’04,636”; Ai Ogura (Kalex), 2’04,819”; Bo Bendsneyder (Kalex), 2’04,828”; Alonso Lopez (Boscoscuro), 2’04,844”; Albert Arenas (Kalex), 2’04,887”; Cameron Beaubier (Kalex), 2’04,911”; Joe Roberts (Kalex), 2’04,928”; Celestino Vietti (Kalex), 2’04,966”. Treinaram mais 20 pilotos.

MOTO3 – Tatsuki Suzuki (Honda), 2’10,713”; Deniz Oncu (KTM), 2’10,833”; Daniel Holgado (KTM), 2’10,966; Andrea Migno (Honda), 2’10,720”; Ayumu Sasaki (Husqvarna), 2’11,097”; Diogo Moreira (KTM); 2’11,223”; Dennis Foggia (Honda), 2’11,247”; Stefano Nepa (KTM), 2’11,285”; Kaito Toba (KTM), 2’11,320”; Ryusei Yamanaka (KTM), 2’11,347”. Treinaram mais 20 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.