Al-Attiyah vence pela 5.ª vez e “liga-se” ao líder

O piloto qatari da Toyota venceu hoje a oitava de 12 etapas da 43.ª edição do Dakar, nos automóveis, e aproximou-se da liderança de Stephane Peterhansel (Mini). Nas duas rodas, Sebastian Buhler (Hero) terminou em 10.º, com o chileno Jose Cornejo (Honda) a segurar o comando.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

A luta “do gato e do rato”, nos automóveis, continua, com o qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota Hilux) a ser o mais rápido no Sector Selectivo (SS) depois do mau dia de ontem. Todavia, hoje ganhou 3m03s a Stéphane Peterhansel (Mini JCW Buggy) e a reduzir para 4m50s a desvantagem para o francês.

Vencedor pela 40.ª vez de um Sector Selectivo (SS), Nasser Al-Attiyah não escondeu que «estamos a dar tudo por tudo e a etapa maratona nunca é fácil, mas estou contente por o carro estar intacto, mas o importante foi termos ganho três minutos ao Stéphane. Faltam quatro dias e nada está decidido, embora os “buggy”, por terem as rodas mais largas, tenham menos furos e nós já tivemos oito…»

Entre os portugueses, excelente 14.º lugar de Ricardo Porém (Borgward), o melhor até agora, o que lhe permitiu ganhar três posições e ascender ao 20.º posto da geral, enquanto Filipe Palmeiro, companheiro de equipa do lituano Benediktas Vanagas (Toyota Hilux), foi 16.º no SS, o que acarretou a descida de 11.º para 12.º em termos de geral, e José Marques que navega o lituano Gintas Petrus (Optimus) levou o seu piloto ao 39.º lugar no SS, com a dupla a descer uma posição a passar a ocupar a 32.ª posição da geral.

Nos SSV, Lourenço Rosa (Can-Am) fez melhor do que na primeira parte da etapa maratona, quando foi 10.º. Hoje terminou em nono e manteve o 12.º lugar da geral, enquanto Aron Domzala (Can-Am), que comandava a prova, foi traído pela mecânica e terminou emi 15.º.

O polaco perdeu mais de meia hora para os primeiros e desceu para terceiro na geral, com o chileno Fracisco ;Lopez Cortado (Can-Am) a ser o mais rápido no SS e ascender ao segundo lugar, atrás do americano Austin Jones (Can-Am) que tem uma vantagem de 19m42s sobre o chileno. Por sua vez, Rui Carneiro (MMP) foi nono no SS e subiu para 29.º da geral.

SEBASTIAN BUHLER (HERO)

EM DESTAQUE NAS DUAS RODAS

Nas duas rodas, o luso-alemão Sebastian Buhler (Hero) foi o melhor dos portugueses nas duas rodas ao fechar o lote dos 10 primeiros, naquele que é o seu melhor resultado em SS, depois do quinto tempo no Prólogo, e ganhou duas posições, ao subir para 19.º da geral.

Desta feita, Joaquim Rodrigues (Hero), que tem sido o mais rápido dos pilotos lusos, não foi tão eficiente e quedou-se pelo 25.º lugar no SS, o que lhe permitiu manter a 16.ª posição da geral, enquanto Rui Gonçalves (KTM), apesar de ser 40.º no SS, subiu um lugar na geral e passou a ser 25.º.

Foi preciso chegar ao oitavo dia da competição para o primeiro lugar nas motos permanecer nas mãos do mesmo piloto, com o chileno Jose Cornejo (Honda) a ser o mais rápido no SS, o que lhe permitiu ganhar 1’05” ao australiano Toby Price (KTM), que tinha largado para o SS a 1” do chileno e que esteve na frente até ao km 225, mas que na parte final perdeu algum tempo para o seu adversário.

Jose Ignacio Cornejo, segundo a arrancar, aproveitou o facto do americano Ricky Brabec (Honda), seu companheiro de equipa, abrir a pista para o acompanhar, com o chileno a considerar que «conseguimos ter uma boa velocidade, a partir do momento em que o apanhei no reabastecimento e não cometermos erros na navegação, mas é preciso manter a concentração para não errar e não cair»

Por sua vez, Toby Price admitia que «hoje foi muito duro, depois da minha queda de ontem, mas estou contente por ter chegado ao fim e eu e a moto estarmos bem»

Pelo caminho ficou o francês Xavier De Soultrait (Husqvarna), que passou pelo comando, era quarto na categoria e lutava pela vitória, vítima de uma queda, ao km 267, que obrigou à sua evacuação para o hospital, para exames radiológicos.

CLASSIFICAÇÕES

Sector Selectivo (375 km)

Motos – 1.º, Jose Cornejo (Honda), 3.08’40”; 2.º, Toby Price (KTM), a 1’05”; 3.º, Ricky Brabec (Honda), a 2’50”; 4.º, Sam Sunderland (KTM), a 3’46”; 5.º, Kevin Benavides (Honda), a 5’29”; 6.º, Joan Barreda Bort (Honda), a 5’47”; 7.º, Daniel Sanders (KTM), a 6’29”; 8.º, Matthias Walkner (KTM),a 6’32”; 9.º, Skyler Howes (KTM), a 6’53”; 10.º, Sebastian Buhler (Hero), a 7’58”; …; 25.º, Joaquim Rodrigues (Hero), a 31’57”; 40.º, Rui Gonçalves (Sherco Factory), a 51’19”.

Automóveis – 1.º, Nasser Al-Attiyah/Matheu Baumel (Toyota Hilux), 2.56’56”; 2.º, Carlos Sainz/Lucas Cruz (Mini JCW Buggy), a 52”; 3.º, Stéphane Peterhansel/Edouard Boulanger (Mini JCW Buggy), a 3’03”; 4.º, Khalid Al Qassimi/Xavier Panseri (Peugeot 3008 DKR), a 12’44”; 5.º, Cyril Despres/Michael Horn (Peugeot 3008 DKR), a 12’49”; 5.º, Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (Toyota Overdrive), a 18’23”; 7.º, Shameer Variawa/Dennis Murphy (Toyoya Hilux), a 18’51”; 8.º, Vladimir Vasilyev/Dmitro Tsyro (Mini JCW Rally), a 19’05”; 9.º, Martin Prokop/Viktor Chytka (Ford RS Cross Country), a 21’37”; 10.º, Christian Lavieille/Jean-Pierre Garcin (Optimus), a 22’06”;… ; 14.º, Ricardo Porém/Jorge Monteiro (Borgward), a 25’19”; …; 17.º, Benediktas Vanagas/Filipe Palmeiro (Toyota Hilux), a 30’14”; …; 39.º, Gintias Petrus/José Marques (Optimus), a 1.00’03”.

SSV – 1.º, Francisco Lopez Cortado/JuanPablo Latrach (Can-Am), 3.37’45”; 2.º, Sergei Kariakin/Anton Vlasiuk (Can-Am), a 52”; 3.º, Reinaldo Varela/Maykel Justo (Can-Am), a 1’31”; 4.º, Saleh Alsaif/Oriol Vidal (Can-Am), a 1’40”; 5.º, Austin Jones/Gustavo Gugelmin (Can-Am), a 2’30”; …;  9.º, Lourenço Rosa/Joaquim Dias (Can-AM), a 23’08”; …; 11.º, Rui Carneiro/Filipe Serra (MMP), a 24’42”

Geral

Motos – 1.º, Jose Cornejo (Honda), 32.00’11”; 2.º, Toby Price (KTM), a 1’06”; 3.º, Sam Sunderland (KTM), a 5’57”; 4.º, Kevin Benavides (Honda), a 12’58”; 5.º, Joan Barreda Bort (Honda), a 16’05”; 6.º, Ricky Brabec (Honda), a 17’42”; 7.º, Skyler Howes (KTM), a 19’20”; 8.º, Daniel Sanders (KTM), a 22’40”; 9.º, Lorenzo Santolini (Sherco Factory),a 26’59”; 10.º, Pablo Quintanilla (Husqvarna), a 38’41”; …; 16.º, Joaquim Rodrigues (Hero), a 1.17’49”; …; 19.º, Sebastian Buhler (Hero), a 2.06’18”; …; 25.º, Rui Gonçalves (Sherco Factory), a 4.00’50”

Automóveis – 1.º, Stéphane Peterhansel/Edouard Boulanger (Mini JCW Buggy), 29.36’49”; 2.º, Nasser Al-Attiyah/Matheu Baumel (Toyota Hilux), 4’50”; 3.º, Carlos Sainz/Lucas Cruz (Mini JCW Buggy), a 38’55”; 4.º, Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (Toyota Hilux), a 1.38’08”; 5.º, Nani Roma/Alexandre Winocq (Hunter BRX), a 2.30’29”; 6.º, Vladimir Vasilyev/Dmitro Tsyro (Mini JCW Rally), a 2.42’00”; 7.º, Khalid Al Qassimi/Xavier Panseri (Peugeot 3008 DKR), a 2.45’33”; 8.º, Martin Prokop/Viktor Chytka (Ford RS Cross Country), a 3.18’24”;  9.º, Giniel De Villiers/Alex Haro (Toyota Hilux), a 3.26’50”; 10.º, Christian Lavieille/Jean-Pierre Garcin (Optimus), a 3.41’57”; … ;

12.º, Benediktias Vanagas/Filipe Palmeiro (Toyota Hilux), a 3.42’43”; …; 20.,º Ricardo Porém/Jorge Monteiro (Borgward), a 5.27’46”; …; 32.º, Gintias Petrus/José Marques (Optimus), a 9.20’27”.

SSV – 1.º, Austin Jones/Gustavo Gugelmin (Can-Am), 36.13’57”; 2.º, Francisco Lopez Cortado/JuanPablo Latrach (Can-Am), a 19’42”; 3.º, Aron Donzala/Maciej Marton (Can-Am), a 30’22”; 4.º, Sergei Kariakin/Anton Vlasiuk (Can-Am), a 47’15”; 5.º, Michal Goczal/Szymon Gospodarczyk (Can-Am), a 53’27”; …;  12.º, Lourenço Rosa/Joaquim Dias (Can-Am), a 3.17’20”…; 29.º, Rui Carneiro/Filipe Serra (MMP), a 9’31’37”

ETAPA DE AMANHÃ

Para recuperarem do intenso trabalho que tiveram de desenvolver, hoje, para recuperarem as máquinas dos “estragos” provocados pela etapa maratona, que trouxe a caravana de Há’Il até Neon, com paragem em Sakaka, as equipas de assistência permanecem em Neon, enquanto os concorrentes têm de cumprir um percurso de 579 km, 465 km dos quais em SS, entre a partida e chegada a Neon. O SS começa junto à costa do Mar Vermelho, mas depois terá uma navegação difícil, por caminhos arenosos, onde vai ser preciso ter cuidado para não “atascar”, com a organização a considerá-lo um dos mais duros da prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *