Afonso Gomes aprimorou performances em Espanha

O piloto Team Yamaha/Alves Bandeira regressou ao país de “nuestros hermanos” para alinhar em mais uma prova tendo em vista a pré-temporada para o Campeonato Nacional de Motocross, com uma prestação satisfatória, num traçado completamente desconhecido.

(auto.look2010@gmail.com)

O jovem conimbricense Afonso Gomes cumpriu, este fim-de-semana, duas provas do Campeonato Nacional Espanhol de Motocross que serviram de testes oficiais da pré-época de 2021, assumindo por inteiro o objetivo de absorver experiência para empregar no Campeonato Nacional da especialidade.

Em Albaida, nos arredores de Valência, o piloto Team Yamaha/Alves Bandeira alinhou na competitiva classe MX2 e, no universo de mais de quatro dezenas de participantes, terminou as duas magas no 23.º e 24.º lugar, respectivamente. No exigente traçado valenciano, Afonso Gomes não se intimidou e respondeu ao desafio proposto, pese embora o tipo de pista e de piso apresentar dificuldades acrescidas, quer técnica como fisicamente, mas que lhe permitiu “beber” novos ensinamentos.

O papel desempenhado no contexto da sua evolução foi evidente, até porque o Campeonato Nacional Espanhol é dos mais competitivos, o que traduz na perfeição o acentuado crescimento do jovem piloto do Team Yamaha/Alves Bandeira de apenas 14 anos de idade.

Estas provas de pré-época fazem parte da preparação para o início do Campeonato Nacional de Motocross que terá início em finais de Abril, mas também para apurar o conhecimento da maioria dos principais circuitos espanhóis para adquirir as performances desejadas para que, futuramente, venha a usufruir dessas qualidades absorvidas.

«As corridas de Albaida exigiram bastante de mim, sobretudo pelo desconhecimento do circuito e, por outro lado, ser bastante rigoroso para a minha actual capacidade física, uma vez que não é fácil aguentar 30 minutos ao ritmo nesta classe», começou por sublinhar o jovem de apenas 14 anos de idade que defende as cores do concessionário Yamaha SpeedCity, de Leiria.

«Apesar disso, foi muito proveitoso a todos os níveis e, aproveitando para agradecer à minha equipa, o Team Yamaha/Alves Bandeira, bem como a todos os restantes parceiros por proporcionarem a minha evolução e darem-me as condições desejadas para o fazer entre os melhores desta disciplina, o que me permite continuar focado no meu crescimento», disse, em jeito de rodapé, Afonso Gomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *