A decisão do título na Rampa de Boticas

Após a pausa de Verão, o Campeonato de Portugal de Montanha regressa à Rampa de Boticas, que fecha a temporada e vai decidir o título absoluto, entre Hélder Silva (BRC BR53) e José Correia (Osella PA2000 Evo), que partem separados por 10 pontos, quando há 27 em jogo.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Frente a frente estarão os vencedores das seis provas efectuadas, com José Correia a vencer as duas primeiras (Arrábida e Boticas), o que dava a sensação de estar a caminho da revalidação do ceptro, e Hélder Silva as restantes quatro (Serra da Estrela, Penha, Santa Marta de Penaguião e Caramulo), o que deu para neutralizar o resultado em branco da primeira passagem por Boticas.

Para conservar o título José Correia precisa de fazer o melhor tempo dos treinos, a melhor subida da prova e vencer e esperar que o seu adversário não seja segundo

Com 46 inscritos, três deles vindos de Espanha, com Jacobo Senin (Norma M20FC) e Cesar Rodriguez (Osella PA 21 JRB) a serem candidatos ao derradeiro lugar do pódio.

Classificação do CPM – 1.º Hélder Silva, 130 pontos; 2.º José Correia, 120; 3.º António Rodrigues, 100; 4.º Nuno Guimarães, 83; 5.º Joaquim Rino, 72; 6.º Luís Nunes, 62; 7.º Pedro Marques, 50; 8.º Vítor Pascoal, 46; 9.º Joaquim Teixeira, 42; 10.º Sérgio Nogueira, 20. Estão classificados mais 14 pilotos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *