Kalle Rovanpera a caminho da vitória

O jovem finlandês não desarma e voltou a impor a lei do mais “forte” e registar o melhor tempo na primeira passagem pela especial de Amarante, abrindo ainda mais o fosso para o segundo classificado, o espanhol Dani Sordo.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Ao aumentar, em duas especiais, de 10,8” para 45,8”, a vantagem sobre o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 N Rally1), o finlandês Kalle Rovanpera (Toyota GR Yaris Rally1) está a caminho da primeira vitória do ano e da repetição do triunfo alcançado o ano passado.

Apesar de poder queixar-se, em Amarante, de ter perdido alguns segundos para passar no local onde estava o carro do francês Pierre-Louis Loubet (Ford Puma Rally1), que bateu e estragou a excelente prova que estava a fazer, Dani Sordo não demonstrou ao longo da manhã capacidade para colocar em causa a superioridade de Kalle Rovampera, cada vez mais destacado no comando da prova.

Estranha-se que a Hyundai, com três homens nos lugares seguintes, não tenha lançado um deles ao ataque, no caso o espanhol que é o que está mais perto, na tentativa de levar o finlandês a cometer um erro e, com isso, conseguir levar à vitória um dos seus pilotos, com a possibilidade de poder escolher qual deles, caso o piloto da Toyota cedesse.

Com o abandono de Pierre-Louis Loubet, o sueco Oliver Solberg (Skoda Fabia RS Rally2), imperturbável no comando dos RC2, subiu ao sexto lugar da geral, à frente do inglês Gus Greensmith (Skoda Fabia RS Rally2) e do francês Yohan Rossel (Citroën C3 Rally2), com os carros da categoria a fecharem o lote dos 10 mais rápidos.

Entre os portugueses, Miguel Correia (Skoda Fabia Rally2 Evo) concretizou o ataque a Armindo Araújo (Skoda Fabia Rally2 Evo) e passou a ser “o melhor português”, com 3,3” de vantagem sobre o campeão nacional que, ontem, cumpriu o seu objectivo: arrecadar os 25 pontos do campeonato.

12.ª PC – AMARANTE 1 (37,24 KM) – 1.º, Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1), 24’33,3”; 2.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Ford Puma Rally1), 24’33,6”; 3.º, Esapekka Lappi/Janne Ferm (Hyundai i20 N Rally1), 24’42,3”; 4.º, Thierry Neuville/Martijn Wydaeghe (Hyundai i20 N Rally2), 24’44,5”; 5.º, Takamoto Katsuta/Aaron Johnston (Toyota GR Yaris Rally1), 24’52,7”; 6.º, Dani Sordo/Candido Carrera (Hyundai i20 N Rally1), 24’55.0”; 7.º, Adrien Fourmaux/Alexandre Coria (Ford Fiesta Rally2), 25’31,1” (1.º RC2); 8.º, Teemu Suninen/Mikko Markkula (Hyundai i20 N Rally2), 25’37,5”; 9.º, Andreas Mikkelsen/Torstein Eriksen (Skoda Fabia RS Rally2), 25’39,1”; 10.º, Gus Greensmith/Jonas Andersson (Skoda Fabia RS Rally2), 25’40,8”; …; 24.º, Miguel Correia/Jorge Eduardo Carvalho (Skoda Fabia Rally2 Evo), 26’20,7”; …; 26.º, Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 N Rallly2), 26’29,2”; 27.º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally2 Evo), 26’29,4”

GERAL APÓS 12 ESPECIAIS – 1.º, Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1), 2.03’’51,6”; 2.º, Dani Sordo/Candido Carrera (Hyundai i20 N Rally1), a 45,8”; 3.º, Esapekka Lappi/Janne Ferm (Hyundai i20 N Rally1), a 49,1”; 4.º, Thierry Neuville/Martijn Wydaeghe (Hyundai i20 N Rally2), a 52,2”; 5.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Ford Puma Rally1), a 1’26,3”; 6.º, Oliver Solberg/Elliott Edmondson (Skoda Fabia RS Rally2), a 5’53,9” (1.º RC2); 7.º, Gus Greensmith/Jonas Andersson (Skoda Fabia RS Rally2), a 6’32,2”; 8.º, Yohan Rossel/Arnaud Dunand (Citroën C3 Rally2) a 7’14,1”; 9.º, Andrea Mikkelsen/Torstein Eriksen (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 7’23,1”; 10.º, Marco Bulacia/Diego Vallejo (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 7’54,2…; 18.º, Miguel Correia/Jorge Eduardo Carvalho (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 12’05,2”; 19.º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 12’08,5”; …; 33.º, Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 N Rally2), a 49’46,1”

 

Partilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *