Martim Marco preparado para Tarancón

Depois do adiamento do teste de Zuera, devido aos surtos de coronavírus, está agendado para este fim-de-semana a segunda roda do Campeonato Espanhol de Mini Velocidade e Cuña de Campeones a desenvolver no Circuito DR7, localizado na cidade de Tarancón, em Cuenca.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

A segunda jornada do campeonato espanhol de mini velocidade regressa este fim-de-semana ao Circuito DR7, em homenagem ao malogrado espanhol Dani Rivas, piloto que, a nível internacional, competiu no Campeonato Europeu Superstock 600, na Copa Superstock 1000 FIM e no Campeonato Mundial de Moto2. O piloto Dani Rivas faleceu em 19 de Julho de 2015, juntamente com Bernat Martínez, devido a ferimentos sofridos num aparatoso acidente em Laguna Seca.

Na cidade de Tarancón, em Cuenca, o exigente e muito divertido Circuito DR7 está preparado para receber os pilotos Cuña de Campeones que surgem em muito bom número para esta competição dispostos a divertirem-se e desejosos de aprender em cada uma das duas corridas previstas.

Na categoria de Moto5, a mais antiga do campeonato, houve algumas surpresas na prova inaugural que decorreu em Campillos, com David González a conquistar a “pole” na frente de Carlos Cano, mas o campeão do ano passado de MiniGP 110 foi quem venceu as duas vitórias. Com isso, serão candidatos à vitória em Tarancón, mas sem descartar Adrián Covarrubias, Martim Marco, Miguel Rodríguez, Kerman D. Martínez e Izan Ibáñez, que não vão facilitar.

O jovem piloto de Coimbra, Martim Marco, está “vacinado” para as adversidades que vai encontrar no traçado espanhol, depositando fortes esperanças de esgrimir argumentos para alcançar um lugar de relevo na pauta classificativa, sobretudo numa altura em que os índices de confiança estão em alta.

Na categoria Mini Moto, Karim Sánchez, vice-campeão do ano passado, foi um justo vencedor, mas para isso teve de esgrimir argumentos com Enzo Zaragozá e Daniel Climent, pilotos que enriqueceram a luta nas duas mangas e completaram o pódio.

No que concerne à MiniGP 110, algumas dificuldades surgiram devido à falta de experiência com esse tipo de motos, sobretudo por serem novas. Mesmo assim, os pilotos foram melhorando a cada volta e haverá vários candidatos à vitória e lutas titânicas pelos lugares de pódio podem baralhar o final da competição, tais como David Torrecillas e Luis Miguel López, vencedores das duas corridas de Campillos, assim como Oliver Cantos, Abraham Poquet, Aymon Bocanegra e Alfonso Perez.

Para sábado, estão reservados os treinos livres e, no domingo, terão lugar as sessões cronometradas e respectivas corridas, com duas corridas para cada categoria. A classe de Minimotos terá a primeira sessão às 11h34 e o segundo às 12h59. Já p MiniGP 110 será às 11h54 e 13h19 e a categoria Moto5 será às 12h19 e às 13h44.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: